quarta-feira, 22 de março de 2017

Brasil alerta parceiros comerciais contra "medidas arbitrárias" no setor de carne

O governo brasileiro apelou aos demais países na Organização Mundial do Comércio (OMC) nesta quarta-feira, que não adotem medidas e barreiras "arbitrárias" sob a justificativa de estar protegendo seus consumidores domésticos depois da revelação da fraude no setor de carnes. Num documento enviado a 165 países, o Itamaraty insistiu que o sistema de controle sanitário do país é "sólido" e tentou minimizar a dimensão do problema, apontando que apenas um número pequeno de fiscais e funcionários foi alvo de suspeitas.

Para justificar o apelo, o governo explicou que a Operação Carne Fraca se refere à suspeita de corrupção, e não de condições sanitárias dos produtos.

"No espírito de transparência e cooperação, esperamos que os membros não recorram a medidas que poderiam constituir restrições arbitrárias ao comércio internacional ou que possam ir na direção contrária de acordos e disciplinas da OMC", indicou o governo no documento, que também será lido nesta tarde pelo Itamaraty numa reunião em Genebra.

8 comentários:

Anônimo disse...

Quem acredita em um governo que tenta barrar a Lava Jato com leis de anistia ?
Alguém vai levar a serio um pais como o nosso.
Game Over

Anônimo disse...

O argumento deve ser: 'não se preocupem, a carne podre fica no brasil, já que ninguém se importa ou tem paladar pra notar, e o filet vai todo pra vocês..

Com o café sempre foi assim.

Anônimo disse...

É isso aí "governo". Engana eles que eles gostam... Não são bestas que nem nós aqui, que acreditamos nos nossos honestíssimos líderes.
Eu gostaria que a polícia fizesse uma devassa dessas nas fábricas de remédios. Ia ser outro escândalo.

Anônimo disse...

Quem vai respeitar um governo atolado na corrupção e agora pego em flagrante conivência com os donos de frigoríficos e fiscais corruptos na burla às exigências sanitárias. Querem prova maior do que o envolvimento dos ministros da justiça, o Serrálo e do ministro da agricultura, o Robusto na nomeação e proteção dos fiscais corruptos? Este último chegou ao ponto de ignorar a denúncia do fiscal sanitário, que em último recurso, ante a manutenção do fiscal corrupto denunciado, só lhe restou fazer a denúncia à PF, que originou esta operação Carne Fraca. Dá-lhe PF, dá-lhe MPF, dá-lhe Sérgio Moro - o Brasil decente lhes é muito grato. ABAIXO TODOS OS CORRUPTOS!

Anônimo disse...

O POVO BRASILEIRO AGRADECE COM ORGULHO NO PEITO A ATUAÇÃO DA POLICIA FEDERAL NESTA VERGONHOSA FRAUDE DA BAIXA QUALIDADE DA CARNE BRASILEIRA ONDE O CONSUMIDOR NACIONAL SOFRE AO RECEBER CARNE DA PIOR QUALIDADE ENQUANTO O MELHOR PRODUZIDO É EXPORTADO A PREÇOS IRRISÓRIOS ENQUANTO ELE PAGA O DOBRO DO PREÇO POR UMA CARNE DE PÉSSIMA QUALIDADE. Os consumidores estrangeiros que provam da melhor carne enganam-se ao pensar que os brasileiros também comem carne boa. CARNE BOA NO BRASIL VOCE SO ENCONTRA EM HOTEIS DE CATEGORIA INTERNACIONAL QUE OFERECEM O PRODUTO AOS TURISTAS ESTRANGEIROS. Tomara que estas empresas aprendam a respeitar o Consumidor brasileiro e embuchando parte da carne que esta seja negociada a preços bem mais baixos pro povo e que sirva de lição aos larápios deste país.

Anônimo disse...

Vejam a "carne fraca", nos EUA. Também tem lá. Mas lá o FBI protege a carne fraca.
https://www.youtube.com/watch?v=_bFQHXCtn3Y

Anônimo disse...

Vejam a "carne fraca", nos EUA. Também tem lá. Mas lá o FBI protege a carne fraca.
https://www.youtube.com/watch?v=_bFQHXCtn3Y

Anônimo disse...

Uma empresa chilena veiculou matéria na TV, fazendo piadas sobre a carne brasileira, com moscas, e associando à bandeira brasileira. O Brasil poderia responder a essas indelicadezas , diminuindo a importação de vinhos , bastante expressiva, de frutas e salmão do país vizinho.!!!