Artigo, Tito Guarniere - Reforma do Ensino Médio

Ninguém de bom senso dirá que o ensino brasileiro é de qualidade. E não seria exagero dizer que o ensino médio é que está na pior situação: de cada 100 alunos que ingressam no grau médio, nada menos do que 50 deles desistem no caminho.

Para superar os gargalos do ensino médio não faltaram debates, mesas redondas, audiências públicas. Eis aí um dos nossos defeitos fundamentais: somos pródigos na discussão, na retórica, no diagnóstico das nossas mazelas, mas somos lerdos, incapazes de sair do chão, botar a mão na massa e fazer.
Foi com certa surpresa que o governo Temer apresentou um projeto de reforma, que se não era - e nem pretendeu ser - a última palavra sobre a matéria, entretanto abriu perspectivas e apontou novos e promissores caminhos para o ciclo médio.

O projeto tomou em conta devida as inclinações naturais, os gostos e predileções dos alunos. O currículo não será o mesmo e igual para todo o ciclo. 

CLIQUE AQUI para ler.