quinta-feira, 30 de março de 2017

Ação de improbidade contra Yeda volta a tramitar em Santa Maria, decide STJ

Conforme decisão de ontem do STJ, o processo movido pelo MPF contra a ex-governadora Yeda Crusius no âmbito da Operação Rodin, continuará tramitando na Jusatiça Federal de Santa Maria. O TRF4 tinha decidido trancar a ação de improbidade, que não respeita foro privilegiado.]

O advogado de Yeda, Fábio Medina Osório, vai recorrer.

5 comentários:

Anônimo disse...

Perguntar não ofende: No juiz federal do primeiro grau de curitiba e no TRF/4 o PSDB perdeu alguma?

Anônimo disse...

Nem te preocupa viúvo..ela não é do PT! Vai sair ilesa!

Anônimo disse...

Grande Ieda, só cometeu um pecado, mortal aos olhos comunistas, pois ousou identificar todos os invasores de terras... proficionais de invasões,

Anônimo disse...

iedacasanova deveria ter criado um curso de alfabetização prá ti coxinha das 10 46..."proficional" ??????....depois o Lula é o analfabeto kkkkkk

Anônimo disse...

Podem ir preparando sua vaga no Presídio Central