quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Temer blinda Moreira Franco, nomeia três novos ministros e fortalece ministro Alexandre Moraes

O presidente Michel Temer nomeou três novos ministros esta tarde:

Moreira Franco, que já estava no governo e não tinha status de ministro, é o novo secretário Geral de governo. Ele foi blindado por Temer, bem na semana da homologação da Mãe de todas as Delações.

Luislindi Valois, PSDB, será a ministra do novíssimo ministério dos Direitos Humanos.

O deputado Antonio Imbassahy, PSDB, será o ministro-chefe da secretaria de Governo.

Além disto tudo, o presidente ampliou os poderes do seu ministro da Justiça, Alexandre Moraes, que agora também terá a incumbência de cuidar da Segurança Pública.

20 comentários:

Anônimo disse...

OLHA A GLOBOBOSTA.....AI QUE ME REFIRO.....#HIPOCRISIASELETIVIDADE

Jornal Nacional, que liderou a campanha negativa contra o ex-presidente Lula nos últimos anos, não tomou conhecimento das delações de dois executivos da Odebrecht, sobre um conluio acertado pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) em licitação nas obras da Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, quando o tucano era governador de Minas; o senador acertou à época, segundo o ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Júnior, entre 2,5% e 3% em propina para o tucano; a obra, que foi orçada em R$ 500 milhões, custou R$ 2,1 bilhões

Anônimo disse...

panelas??? nariz de palhaço??? pato da FIESp, aliás o dono do pato, anda sumido......canalhas, canalhas, coxinhas canalhas.....

Anônimo disse...

Estou curioso para ver os comentários dos direitões a respeito desse assunto. Amanhã vou levantar de madrugada para ler o Blog do Políbio

Anônimo disse...

Temer dá ministério para Moreira fugir de Moro:

FERNANDO BRITO/02/02/2017 - O Tijolaço

Michel Temer nomeou hoje Moreira Franco para a Secretaria-Geral da Presidência, que volta a ter status de ministério.

Com isso o “Angorá” da lista da Odebrecht vai responder no Supremo Tribunal Federal e não na Vara de Sérgio Moro, em Curitiba, pelas acusações de propinagem.

Será que alguém vai, como se fez com Lula, dizer que isso é obstrução da Justiça?

Será que Gilmar Mendes vai dar liminar suspendendo a posse?

Será que vai ter um grampozinho de telefonema entre Angorá e MT para ser divulgado na Globo?

Só não é uma desmoralização porque ali não há moral.

Anônimo disse...

E ainda vai prestar solidariedade a Lula, que o chamou de golpista. Será que mudou alguma a coisa em nosso Brasil???? Estou decepcionado.

Anônimo disse...

Ipsus: explode o número de brasileiros que acham Temer pior que Dilma:

Escrito por Miguel do Rosário, Postado em Redação...

02/02/2017 - O Cafézibho

Esse me parece ser o dado mais significativo da pesquisa Ipsus divulgada hoje pelo Valor e comentada pelo Tijolaço.

O governo Temer é visto como pior que o de Dilma por 40%, bem mais dos que o classificam como igual (34%). Apenas 17% o consideram melhor. Em relação a Lula, 56% acham o governo Temer pior e apenas 13%, melhor.

Esse é um governo blindado pela mídia, e que, neste primeiro ano de gestão, aumentou em mais de 100% os gastos com propaganda…

PS: Essa noticia é um tapa de luva no editor, chapa branca e nos Coxinhas....

Anônimo disse...

Que barbaridade. Esse país não tem mais jeito. Todos corruptos.

Lula foi impedido de ser blindado por Dilma.
Então a gente imagina que o campo foi limpo de corruptos. daí aparece o Temer corrupto e blinda Moreira Franco.

É só uma troca de ladrões.

Façanha, o advogado do povo disse...

Direitos Humanos? Não sei o que significa isso. Será como direitos dos animais?
D.H. é chinelagem intelijumenta pró bandido?

Wagner Nedel disse...

Ou seja, entregou os anéis ao PSDB pra garantir o mandato.

Façanha, o advogado do povo disse...

Nada como criar cabides de emprego para o PSDB. O que é direitos humanos? Será o direito de qualquer vagabundo me enfiar bala e ficar por isso mesmo, ou quase?

Anônimo disse...

Foi exatamente pra isso que tiraram a D.Dilma.

Anônimo disse...

Vejamos editor; onde está o barulho das panelas, a indignação do Gilmar, do editor, e todos os brasileiros que são contra a corrupção?

Anônimo disse...

Bom dia,
Cadê os batedores de panela ,moralistas de cueca?
Vai ficar de boa a nomeação do Angora?
Espero que o Gilmar vete o absurdo.

Anônimo disse...

mimimi

Anônimo disse...

Corporativismo criminoso.

Anônimo disse...

PT IRÁ AO STF CONTRA FORO PRIVILEGIADO DE MOREIRA E PEDIRÁ GILMAR NO CASO:

03/02/2017 - Brasil 247

Deputados Paulo Pimenta (PT-RS), Wadih Damous (PT-RJ) e Chico D'Angelo (PT-RJ) irão protocolar no Supremo Tribunal Federal uma ação pedindo a anulação da nomeação de Moreira Franco.

Anônimo disse...

TEMER GARANTE FORO PRIVILEGIADO PARA MOREIRA FRANCO. E AGORA, GILMAR?

03/02/2017 - Brasil 247

"Eduardo Cunha, o grande sócio de Temer na conspiração para derrubar a Presidente Dilma, alertou que Moreira Franco “derreteria” quando fosse revelada a delação de Benedito Júnior, ex-presidente da Odebrecht. Bingo! Saiu a delação do Benedito. Sintomaticamente, o usurpador Michel Temer sai em socorro do seu 'gato angorá', como é batizado Moreira Franco na planilha de propina da Odebrecht, e transforma a repartição do angorá em ministério. Agindo assim, para garantir foro privilegiado a Moreira Franco, Temer obstrui a justiça. O que tem a dizer o falastrão Gilmar Mendes sobre o assunto?"; artigo de Jeferson Miola.

Perguntar não ofende: Não foi GM que foi até o Jaburu, em pleno luto da morte de Teori se reunir com o traira e o gato angorá?

Anônimo disse...

Luís Costa Pinto, no Poder360: a Medicina converteu-se a uma seita satânica?

FERNANDO BRITO/ 03/02/2017 - O Tijolaço

mafia

Luís Costa Pinto, um dos mais considerados jornalistas de Brasília, autor da bombástica entrevista de Pedro Collor é um homem de texto gentil, equilibrado e humano. Por isso mesmo, hoje, no Poder360, ele mostra que jornalista, se quer ser digno, não pode ter contemplação com a grosseria, o fanatismo e a desumanidade, como foi a monstruosa “corrente de imundícies” de médicos debochando e praguejando pela morte de Marisa Letícia Lula da Silva.

Em seu indignado artigo As bestas de jaleco, Costa Pinto diz que os médicos têm de reagir “de forma dura e organizada” aos que fazem com que a Medicina pareça ter ” se convertido aqui no Brasil a uma seita satânica seguida como profissão de fé por seres grotescos –sem alma, sem cérebro, sem compreensão do mundo, sem dó ou compaixão.”

Eles descreve as mensagens e atos – a esta altura já do conhecimento de todos – da reumatologista Gabriela Munhoz,d o cardiologista Ademar Poltronieri Filho, do urologista Michael Hennich e do neurologista Richam Faissal Ellakkis” nas redes sociais -aos quais chama de “seres abjetos” e as compara a outras, tão criminosas quanto, que povoam o noticiário.

Os valores dessa verdadeira quadrilha de médicos que rasgaram seus juramentos aos princípios de Hipócrates e espicaçaram qualquer solidariedade humana podem –e devem– ser comparados aos patéticos protestos contra o desembarque de doutores e doutoras cubanos no âmbito do programa Mais Médicos levado a cabo no primeiro governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Podem e devem, ainda, ser analisados em paralelo com a atitude criminosa de ortopedistas do Distrito Federal que prescreviam cirurgias de colocação de próteses ósseas desnecessárias e introduziam no corpo dos pacientes peças de segunda mão –matando muitos de infecção, restringindo o movimento de outros e assaltando-os abertamente ao superfaturar os procedimentos clínicos e cirúrgicos.

Somam-se os exemplos e os paralelos. Multiplica-se a solidariedade da infâmia, com a corporação protegendo aos seus e deixando a sociedade à mercê da sorte. Abatido pela onda de ódio conservador e primitivo contra os médicos cubanos, o Mais Médicos se liquefez e devolveu à incerteza e à intermitência o atendimento a milhares de brasileiros, sobretudo nas cidades do interior, porque o exercício da Medicina é encarado por essa corja de “doutoras” e “doutores” como Munhoz, Elliakkis et caterva como uma ação entre amigos da mesma classe, do mesmo credo, do mesmo grupo e com o mesmo objetivo.(…)

A ação dos vermes de jaleco que abusaram da agonia de Marisa Letícia não pode ficar impune no meio médico. Caso fique, toda a corporação corre o risco de começar a ser tratada com o desprezo que bandidos assim merecem. E sentirão a dor da discriminação que se dedica a quem vende a alma a seitas de fanáticos. Médicos como os que se integraram a essa corrente da infâmia nascida no Sírio-Libanês são passíveis do desprezo e merecedores de todos os castigos divinos.

Leia, por favor, o artigo de Luís Costa Pinto no Poder 360. É o chicote brandindo contra quem viola o templo do corpo humano. É das coisas que fazem a gente ter orgulho da profissão e dos valores que abraçou.

Anônimo disse...

Moreira no Ministérios não é nomeação, é confissão:

FERNANDO BRITO/ 03/02/2017 - O Tijolaço

amarildomoreira

Poucas coisas na política brasileira foram tão deploráveis quanto a elevação de Moreira Franco à condição de Ministro em função das delações premiadas mais que suficientes para estabelecer que é ele um dos operadores de Michel Temer.

A começar da incrível diferença com que este assunto foi tratado em relação à frustrada indicação de Lula para a Casa Civil de Dilma Rousseff, que escandalizou os comentaristas da mídia e ao Supremo, que a impediu de concretizar-se.

A nomeação de Lula era claramente política: um governo em desagregação, sabotado por todos os lados, precisava de uma figura política de primeira grandeza um interlocutor de largo trânsito para salvar-se o destino que já lhe tinha sido traçado: o do impeachment.

Lula, por maior que pudesse ser sua relação com Dilma, não habitava Brasilia, não integrava o governo, não podia encaminhar acordos ou decisões.

Ao contrário, fora do Governo, tudo o que fizesse seria, automaticamente, “interferência”.

A nomeação de Moreira Franco, ao contrário, é apenas um “privilégio de foro”

Moreira é, desde que foi escorraçado do Governo do Rio de Janeiro, uma figura da penumbra. “Personal consultant” de Fernando Henrique, segundo Eliane Cantanhêde, “confiável se longe do cofre”, para o ferino Antonio Carlos Magalhães, foi enfiado por Temer nos governos Lula e Dilma. E tornou-se, ao ser expelido, o pilar “teórico” da conspiração, com sua “Ponte para o Futuro”, reduzida a “pinguela” por seu ex-chefe FHC.

Citado diretamente na delação da OAS, brecada por Rodrigo Janot e repetido nas da Odebrecht, Moreira é um Geddel Vieira Lima que não palita os dentes em público. Não tem a menor simpatia no parlamento, não articula politicamente senão com quem tem negócios com o Governo.

Na iminência da conclusão das delações da Odebrecht, guindá-lo á condição de ministro – para, aliás, fazer o mesmo nada que fazia no Planalto, a não ser estruturar os esquemas de privatizações – não é uma nomeação, é uma confissão.

A “gangue dos quatro” – Primo Padilha, Babel Geddel e o líder MT – sabe que o Angorá tem tão pouco caráter que, apertado, não hesitaria em, como sempre fez, empurrar adiante as responsabilidades por negócios.

Anônimo disse...

Para atrapalhar a Lava Jato, Temer nomeia Moreira Franco ministro:

3 de fevereiro de 2017 - Blog do esmael

Em março de 2016, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi barrado pelo STF no ministério da Casa Civil. O argumento era de que sua nomeação por Dilma Rousseff atrapalharia da Lava Jato.

Pois bem, voltemos a 2 de fevereiro de 2017.
O ilegítimo Michel Temer nomeou ontem para o ministério da Secretaria-Geral da Presidência Moreira Franco. Ele foi citado 34 vezes na delação da Odebrecht e, a partir de agora, ganhou foro privilegiado. O Supremo nada questionou sobre o explícito “olé” na Lava Jato.
Novamente, retornemos a março de 2016.
Ato contínuo à nomeação e contestação de Lula no STF, o juiz federal Sérgio Moro, titular da Lava Jato, vazara para a Globo conversas entre Lula e Dilma; Lulinha e a falecida dona Marisa Letícia.
Dona Marisa era mulher do povo e como tal, na gravação, após panelaço dos coxinhas, ela os mandava enfiar as panelas no cu.
O áudio vazado por Moro não a incriminava, mas criava o ambiente de hostilidades a Lula e ao PT. E, claro, para derrubar a presidente eleita Dilma Rousseff.
A perseguição à família Lula matou dona Marisa, segundo parlamentares e amigos.
Retornemos a 3 de fevereiro de 2017.
Quanto a Moreira Franco, ele é sogro do presidente reeleito da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), o Botafogo nas planilhas da Odebrecht.
Para o STF, Moreira “ajudará” o país com o status de ministro.
A corte não vê que o peemedebista pode atrapalhar a Lava Jato.
Mesmo sem nenhuma prova, a Lava Jato, a mídia e o STF enxergavam Lula como “inimigo” a ser abatido.
Portanto, dois pesos duas medidas no Supremo.