quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Stora Enso acompanha chilena CMPC no lobby por mudança na lei que veda compra de terras por estrangeiros

Ao lado, terras vedadas a estrangeiros.

Na esteira da chilena CMPC (ex-Borregaard) que faz lobby aberto pela revogação da proibição de venda de terras de fronteira para estrangeiros, também a papeleira finlandeso-sueca Stora Enso intensificou pressões para que o governo Temer mude a lei.

O caso é de segurança nacional.Compras de áreas por estrangeiros, segundo a lei, só com autorização pre´via do Conselho de Defesa Nacional.

A Stora Enso tem 43 mil hectares na Fronteira Oeste, mas os eucaliptos que possui ali não servem para suas atividades industriais, que nem existem no Estado. O Incra podou a ação fabril do grupo.


14 comentários:

Anônimo disse...

O INCRA que se atenha às suas funções específicas e não interfira em projetos que vão gerar emprego, renda e desenvolvimento para a área mais pobre do Rio Grande do Sul.

Anônimo disse...

Espero que consiguam mudar esta lei estupida. Mais da metade do estado nâo pode se industrializar com esta lei bizarra, uma maravilha para os estancieiros que nao querem e nao deixam produzir, querem as fronteiras como um sistema feudal.

Anônimo disse...

A culpa não é dos estancieiros,tanto verdade,que foram os próprios que venderam para Stora,os ditoa 43.000Ha.
Quando Stora estava adquirindo essas terras,o lobby ecológico foi feroz contra as futuras plantações de eucalito.
ZH contribuiu muito para que o assunto fosse distorcido.
A proibição da venda de terras,veio da Teoria de Defesa Nacional de autoria do Gal,Colberi do Couto Silva,então ministro dosmilitares.
Independente disso tudo,existe um percentual de 30% da população do RS que é contra tudo que possa desenvolver o estado.E como eles gritam e falam muito,representam uma força maior ainda.
Mas o que verdadeiramente fez Stora recuar,foi a crise econômica mundial de 2008,a que foi chamada por Lula,"marolinha".

Justiniano disse...

Isso é devido as forças militares dessas duas superpotências da Argentina e Uruguai, que poderão invadir a qualquer momento o Brasil.
Segurança Nacional é fruto do AI 5 do Golbery. Isso é coisa da guerra fria.
Isso é o legitimo vanguarda do atraso. Quando a Stora anunciou a implantação na fronteira, Rosário mudou radicalmente a começar por ter trabalho, os mercados venderam mais e houve interesse imobiliários, depois desse estropício da lei a cidade quebrou.

Anônimo disse...

Depois não reclamem da facilidade de trazer drogas de outros países para o rico Rio Grande

Anônimo disse...

Segurança nacional.....piada de mau gosto. Tivéssemos carga de infantaria, ainda assim seria uma piada. A segurança atualmente é tecnológica: misseis, satélites e drones. Na atualidade o conceito é bizarro e mais um entulho ideológico a atrasar nosso desenvolvimento. Segurança nacional é produzir e gerar riqueza. O resto é conversa pra boi dormir.

Anônimo disse...

Ver a fronteira prosperar, atraindo investimentos bilionários e pessoas de todas as partes do mundo, produzindo vinhos e azeites de primeiro mundo, conectando Porto Alegre a Buenos Aires e ampliando as relações comerciais... isso seria um o começo de um capítulo na história do Rio Grande!

Anônimo disse...

Essa faixa de fronteira com 150Km é tão-somente prevenção das FFAA contra possível ataque de forças uruguaio-argentinas.
Tanto que uma das maiores "indústrias"da fronteira,são seus incontáveis quartéis,cheios de
desocupados remunerados.
Por estarem em mãos estrangeiras,facilitaria tão temida invasão.
Quando que seria suficiente colocar postos do INCRA nas fronteiras,que seguraria a invasão.Isso se os uruguaios e argentinos concordassem...

Anônimo disse...

Desde o fim do governo militar...progressivamente vamos deixando de lado conceitos de seguranca e desenvolvimento pregados por eles...e vejam aonde estamos.
Quem espera desenvolvimento e progresso vai tomar o bonde errado. Basta ver o ENORME progresso que ocorreu na região de Minas do Leão e Butia..Cidades altamente desenvolvidas graças as extensas plantações de eucaliptos...Sugando nossa maior riqueza de canudinho...a agua do aquifero GuArani...Menos economistas de plantão...moradores de Cortiços e Pombais de Porto Alegre.

Anônimo disse...

Isso é um atraso. Lembram que fizeram as bitolas dos trens diferentes da Argentina e do Uruguai com medo de uma invasão? Mercosul? uma piada.

Anônimo disse...

Ao comentarista da 19 horas, recomendo se informar e não repetir o que é falado na ignorância.
A malha ferroviária brasileira, desde os tempos do império foi uma salada de frutas, não havia critério...especificação técnica nacional para a compra de trens, então cada novo projeto que era executado obedecia os critérios dos equipamentos de quem estava vendendo e não dos interesses e planejamento nacional. Muito provavelmente ganhava que oferecesse uma bijuja maior para o funcionário responsável pela compra. Os militares criaram um plano para acabar com isso e unificar os trilhos de todo o pais. optaram pela bitola de de 1,6 metros, muito provavelmente porque era a mais utilizada, e dispenderia menores recursos para a unificação, muito embora mais cara devido ao processo de fabricação depender de modificações nos fabricantes da época. A bitola do Uruguai e argentina é de 1,435 m.
Infelizmente o projeto não foi adiante, depois dos anos 80, por que não atendia interesses das empresas que acharam que perderiam mercado para outras empresas se estas passassem a usar também suas malhas ferroviárias.
Alguma duvida porque estamos na merda?
A mesma gentalha de sempre astravancando o progresso...pelos militares..digo os militares de 64 não os de agora, seriamos com certeza hoje o pais do futuro almejado nos idos de 70.
boa noite!

Anônimo disse...

Estranho. O Lobby aqui é grande. Tudo que diz respeito a destruição da segurança e reserva de território das grandes jazidas do nosso subsolo e de grandes reservas de água doce são logo desmoralizadas pelos traidores gananciosos de nosso rico país. Embora a Constituição Federal reze que o Povo Brasileiro será o real proprietário do solo e do subsolo, sendo este inalienável todas as Minas e Jazidas hoje no território nacional estão na mão de GRUPOS ESTRANGEIROS. Mas eles não estão satisfeitos. Estão de olho no produto que daqui há dez anos valerá mais do que o petróleo: A ÁGUA DOCE. E SOMENTE O BRASIL NO MUNDO POSSUI A MAIOR QUANTIDADE DE AGUA DOCE! Com a exportação de água doce em 20 anos SERÍAMOS O PAÍS MAIS RICO DO MUNDO. MAS O BURRO E IGNORANTE POVO BRASILEIRO NÃO PODE SABER DISSO!

Anônimo disse...

UMA DAS GUIANAS CUJA CAPITAL É SURINAME DETÉM A MAIOR POPULAÇÃO DE CHINESES EXISTENTE NA AMÉRICA DO SUL. Estes milhares de chineses aguardam a hora de invadir o território brasileiro para disputarem as jazidas de minérios que estão a descoberto. A CHINA É CONHECIDA NO MUNDO TODO POR TER SE APROPRIADO DE GRANDES EXTENSÕES DE TERRA NA ÁFRICA ONDE OS NEGROS ESTÃO SENDO DIZIMADOS SE NÃO FUGIREM. MAS O OVOS DE OURO DA GALINHA SÃO A REGIÕES DA AMAZONIA, RICA EM AGUA, OURO, PETROLEO E GRANDES JAZIDAS DE NIÓBIO, PRATA E DIAMANTES. TODAS JÁ DESCARTADAS PELOS GOVERNOS POPULISTAS DO BRASIL. E todas exportando livremente, metade por contrabando e um décimo pelas vias legais. O resto distribuído em propina pelos escaninhos das Repartições Públicas responsáveis. Aprovada esta Lei o Brasil será fatiado em grandes condomínios formado por Nações Estrangeiras que hoje já possuem grandes extensões em nome de laranjas. Principalmente as que detém a ricas jazidas de ouro e diamante no subsolo.

Anônimo disse...

Lei idiota tipo ditadura militar, tem que liberar logo.