Soletti promete acabar com ciladas aos motoristas de Porto Alegre

Na expectativa de ser promovido à presidência da EPTC, o hoje interino Marcelo Soletti assegurou nesta quarta-feira que a empresa não vai mais criar armadilhas para flagrar motoristas acima da velocidade permitida. Ele afirmou, em entrevista a uma emissora de rádio, que quer fazer uma “fiscalização transparente”, prometendo que os radares não mais ficarão escondidos atrás de muros ou árvores.

Também se comprometeu a parar de armar flagrantes aos motoristas dos aplicativos de transporte privado como Uber e Cabify, como determinava seu antecessor, Vanderlei Capellari, de quem era adjunto na gestão de José Fortunati.

Capellari, cujo irmão é taxista, orientava os agentes de trânsito a chamarem corridas pelos aplicativos para multar os motoristas e guinchar seus carros.

7 comentários:

Anônimo disse...

Uma das ações mais sórdidas da gestão Capelari

Anônimo disse...

acho que o Polibio está com saudades do capelari!!!

Anônimo disse...



O grande objetivo desdes a sua criação, é a arrecadação, além de CCs e outras falcatruas que são possíveis em um órgão público.

A alegação de que a criação da EPTC iria liberar os PMs que cuidavam do transito, para fazerem o policiamento, ficou só na justificativa, pelo menos antes tinham PMs nas esquinas que além de cuidarem do transito, também faziam o policiamento, tudo pelo mesmo preço.

Mas quiseram obter uma renda extra -bem gorda- e puderam acomodar seus asseclas, além de terem a possibilidade de embolsar algum.



Anônimo disse...

Vai acreditar na ladroagem pública. Mudam de lugar, mas vai continuar. Alguém acredita em Papai Noel???

Anônimo disse...

Resumindo, quem será vítima de ciladas serão os motoristas e pedestres respeitadores da lei em Porto Alegre, vítimas daqueles que só respeitam limite de velocidade quando há o aviso de pardal ou o azulzinho bem à vista, e no restante do tempo andam correndo feito loucos pela cidade, botando todos em risco, e em 99% das vezes fugindo dos crimes que cometem.

Anônimo disse...

Há anos eu venho dizendo a mesma coisa: o que funciona pior na cidade é o trânsito, é o pior órgão municipal é essa EPTC - Empresa Planejadora de Transtornos ao Cidadão. Só serve para arrecadar multas e atazanar a vida de todo mundo, não só dos motoristas.

Anônimo disse...

Bons tempos em que a PM ao mesmo tempo protegia o cidadão e controlava o trânsito. Bons tempos. Hoje não temos nem uma coisa nem outra.