Rosane Oliveira não admite críticas contra a memória de Marisa Letícia

Marisa sempre soube de tudo.

Neste curto texto sobre a polêmica que envolve opiniões cáusticas postadas nas redes sociais a respeito da morte de Marisa Letícia, a editora de Política do jornal Zero Hora invoca até mesmo Umberto Eco para espinafrar todos os que se colocam contra a desvairada corrupção do lulopetismo.
Escreveu a jornalista na sua página:

- Pessoas que se regoizajam com a desgraça da família de adversários políticos, reforçam a percepção de que o escritor Umberto Eco estava coberto de razão quando disse que a "internet promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade.

Não é nada disto.

As críticas disparadas contra Marisa Letícia não são de caráter pessoal.

Menos mal é que Rosane Oliveira não exigiu a prisão e o exílio para os críticos de Marisa Letícia e do seu marido Lula. Como se sabe, foi o que exatamente isto que fez a ditadura militar, quando prendeu e exilou o jornalista Hélio Fernandes, que na Tribuna da Imprensa comemorou a morte trágida do ex-presidente Castelo Branco.