Rodoviários protestam contra fim da função de cobrador de ônibus em Porto Alegre

Enquanto o tucano João Doria faz e anuncia o que fez ao final do seu primeiro mês de governo, Marchezan Júnior prossegue fazendo promessas. O tucano gaúcho sequer nomeou todo o secretariado.

Os rodoviários (trabalhadores das empresas de ônibus) iniciaram protestos de rua na manhã de hoje em Porto Alegre.

Os trabalhadores reagem ao anúncio do prefeito Marchezan Júnior sobre a extinção da função de cobrador de ônibus em futuro muito próximo. O prefeito vem negociando redução de custos das empresas, mantendo seguidas reuniões com dirigentes da ATP.

Até as 8h, as manifestações não tinham implicado em paralisação do transporte coletivo da Capital, mas em algumas avenidas os atos são bastante fortes.

Muitos usuários sequer foram para as paradas, temendo falta de transporte.

Os protestos e o feriadão que começará amanhã, deixam Porto Alegre com aspecto de cidade vazia nesta quarta-feira.

9 comentários:

Anônimo disse...


Este guri está perdido.

Assim como o Polenta, que passados dois anos, ainda não sabe o que fazer no governo.

É o que dá votar nesta lorpas incompetentes.

Anônimo disse...

É QUE SP TEM GRANA DE MUITOS ANOS DE BONS GOVERNOS, EXCETO HADDAD. POA TEVE MUITOS ANOS DE MAUS GOVERNOS; A CARRIS TEM QUE SER PRIVATIZADA; OS COBRADORES SÃO ESPÉCIES EM EXTINÇÃO ASSIM COMO OUTRAS. MARCHEZAN COM CERTEZA VAI FAZER MUITO. SÓ ACABANDO COM A EPTC JÁ É MUITO!

Anônimo disse...

Marche a coragem, Marche educação, Marchezan.

Masque Lerdo, Masque Piada, Masque Ego...

Anônimo disse...

Pelo que vejo então, implantar um sistema que diminua o custo do transporte público e que em consequência acabe com a função de cobrador é coisa que só se usa em países subdesenvolvidos do tipo Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e por aí vai.

Relativamente ao que Dória faz em São Paulo, há um aspecto muito importante, dinheiro, circulação de dinheiro.

Anônimo disse...

Marchezan acha q tah em campanha ainda...
Pior... acabou com o PSDB Municipal... e tah dando as costas ao PTB e PP. E promovendo o PMDB e o PT.

Anônimo disse...

Vamos ser ingenuos e acreditar que com a extinção da função o valor da passagem terá uma compensação. Em vez de começar a governar o Prefeito prefere iniciar uma briga com categoria de trabalhadores.
Alexandre

Anônimo disse...

Vi um cobrador de um ônibus que pego habitualmente fazendo parte do ato de terrorismo que fez milhares de pessoas hoje perderem seus compromissos e vi que é mais decente não termos mais cobradores.

Anônimo disse...

Serão milhares de país de família, na miséria. Esse é o discurso e a pratica liberal, liquidar com os trabalhadores. A história, não deixa duvidas, quanto a isso. Deem uma olhadinha na Argentina do homem de Anillaco e do atual Macri Panamá.

Ass. Éder.

Anônimo disse...


Que pessoal que inventa e coloca palavras na boca do Prefeito. Abaixo a matéria que ele explica que não disse isto...

"Um dia após o protesto de rodoviários contra uma possível demissão dos cobradores de Porto Alegre, o prefeito Nelson Marchezan Jr. negou que haverá exclusão da categoria. Em entrevista ao programa "A Cidade é Sua", da Ràdio Guaíba, nesta quinta-feira, Marchezan disse que o debate é uma "falsa polêmica criada pelos sindicato dos trabalhadores". "Ninguém falou em demissões, não está em debate a exclusão ou demissão dos cobradores", afirmou o prefeito. "O ideal é que não teremos mais o pagamento em dinheiro nos ônibus, que é uma das motivações para assaltos e crimes", complementou. "

Fonte:http://www.cpovo.net/Noticias/Geral/Transporte%20Publico/2017/02/609237/Marchezan-nega-exclusao-de-cobradores-e-projeta-pagamento-de-tarifa-apenas-com-cartao