Quinzena fraca indica um fevereiro sofrível de automóveis

O comércio de veículos no Brasil amarga uma queda vertiginosa de suas vendas, nesta primeira quinzena de fevereiro de 2017, com 60.078 carros vendidos, perfazendo uma média de 6.675 unidades diárias e registrando um dos piores desempenhos do setor dos últimos tempos.

Os especialistas são céticos a falar de fevereiro, pois é o mês mais curto do ano e ainda existe o feriado prolongado de Carnaval.  A GM está na liderança das vendas com 10.758 carros vendidos e 17,9% de participação no mercado, e o segundo lugar mostra uma disputa acirrada entre a Fiat com 8.761 unidades  e a Volkswagen com 8.459 veículos comercializados. Na sequência vem a Ford, Toyota, Honda, Renault, Jeep e Nissan.

7 comentários:

Anônimo disse...

É só baixar os preços e diminuir a margem de lucro que as vendas aumentam...

Anônimo disse...

Maquiaram todos os modelos para aumentar os preços. Que apodreçam nos pátios das montadores. depois do uber muitas empresas não compram mais carros, veja o caso do Dória que vai poupar uma baita grana na prefeitura de SP.
Joel

Anônimo disse...

Aguardemos as montadoras começarem a baixar os preços, já que a demanda diminuiu.

Anônimo disse...

Balela!
Eles pagam uma mixaria do usado no negócio !
Quem tem usado bonzinho está ficando mais tempo com o carro, do que dar de graça pros picaretas e eles ganharem 40 % em cima do que pagaram !

Tem revenda de seminovos abocanhando mercado dos novos, crescendo mais e ganhando margem maior ainda !

Criaram o repasse e agora embalem Mateu !

Anônimo disse...

Com os carros que estão vendendo, e com o preço que estão cobrando, esperavam o quê?

Anônimo disse...

Vejam esta reportagem, e tirem suas próprias conclusões: http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/fiat-mobi-mexico-mais-barato-7-anos-garantia/

Anônimo disse...

Se dizem sofrível é porque foi boa. chorar sempre fez parte.