sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Procuradores da Lava-Jato pedem 60 dias de suspensão de ação de improbidade administrativa contra executivos da Odebrecht

A ação de improbidade administrativa movida contra ex-executivos da cúpula da Odebrecht e ex-diretores da Petrobras deve ser suspensa por 60 dias, conforme pedido encaminhado pela força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, nesta sexta-feira.

O pedido foi feito ao juiz Flávio Antônio da Cruz, da 11.ª Vara Federal no Paraná.

Os procuradores da Lava Jato destacam que as delações premiadas que já foram homologadas pelo Supremo Tribunal Federal,  mas ainda precisam ter a homologação da 5.ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério.

A ação de improbidade em que os denunciados estão envolvidos foi apresentada pela Procuradoria da República em 16 de março de 2016 e pede que os réus sejam condenados a pagar R$ 7.288.289.786,40. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Cuma? Qual seria o motivo da suspensão do processo? Não está claro.

Anônimo disse...

Já começou a marmelada.

Anônimo disse...

Mas segundo constou ontem na coluna do ANTAGONISTA, o valor roubado era superior a:

R$ 1.000.000.000.000.000,00

Como então devolver apenas R$ 7.288.289.786,40.

Com que ficará a diferença maior, e depois venham dizer que o crime não compensa financeiramente. Conta outra!!!!

Anônimo disse...

ESSE VALOR É EXATAMENTE O QUE TEU PRÍNCIPE VADIO E SALAFRÁRIO GANGSTER DA ORCRIM E SUA LACAIO JANETE ROUBARAM DE TI BABACA E DO POVAO RESTANTE.