Porto Alegre, cidade aberta, conheceu esta tarde a mais nova fúria dos ladrões assassinos

Sem policiamento ostensivo algum nas ruas de Porto Alegre, a Capital gaúcha continua cidade aberta para ladrões, estupradores e assassinos. A polícia só aparece - quando aparece - depois que cidadãos gaúchos são assassinados, estuprados ou roubados. 

No início desta tarde, 14h, a unidade do supermercado Zaffari na Rua Floriano Peixoto, zona central de Porto Alegre foi assaltada. Perto dali, na Rua Vigário José Inácio, uma unidade do supermercado Dia também foi assaltada. 

No sábado passado, 4 de fevereiro, o mesmo Zaffari foi invadido por dois homens que usavam máscaras cirúrgicas e renderam funcionários e clientes.