Polícia Militar do ES expurgará 161 PMs por conta do motim

A Polícia Militar do Espírito Santo iniciou nesta segunda-feira processo para demitir 161 policiais militares que aderiram ao motim que levou o caos às ruas das principais cidades do Estado. No total, 703 agentes são investigados por envolvimento no protesto.

No Diário Oficial do Estado desta terça serão publicados também os primeiros Inquéritos Policiais Militares referentes a dois tenentes-coronéis, um major e um capitão da reserva. Esses são os primeiros IPMs instaurados em relação ao aquartelamento.