Plano Nacional de Educação é peça de ficção e pura fantasia

Reportagem desta semana da revista VEJA afirma que o PNE – Plano Nacional de Educação no Brasil está totalmente fora da realidade brasileira, podendo ser comparado a um enredo de escolas de samba, não passando de pura fantasia.

Entre os itens levantados pela revista, está a fictícia meta do País em chegar a investir 10% do PIB brasileiro  nós próximos anos, representando o dobro do que hoje é investido. Segundo os especialistas, os atuais investimentos já são assombrosos  em razão da atual crise financeira vivida pelo país.  Estudo elaborado pelo IDados, braço de análises do Instituto Alfa e Beto, refaz todas estas projeções de custo do PNE e concluiu que, em 2024, a educação deverá custar 13% do PIB.

Um comentário:

Anônimo disse...

Com os professores que temos e com os ignorantes freirismos educacionais, a Somália dá pelos últimos 13 anos de 10 a zero no Brasil. Países de primeiro mundo adoram NERD's, já aqui no Brasil só se dão bem os MERD's freirianos que detestam livros e seus nove dedos de prosa vazia!