PF investiga fraude na Universidade Federal do Paraná

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira a Operação Research, que apura a prática de desvio de recursos públicos destinados à Universidade Federal do Paraná. O alvo da investigação, de acordo com a PF, são repasses irregulares de recursos, entre 2013 e 2016, mediante pagamentos sistemáticos, fraudulentos e milionários de bolsas a inúmeras pessoas sem vínculos com a instituição.

Estão sendo cumpridos 29 mandados de prisão temporária, oito conduções coercitivas e 36 mandados de busca e apreensão nos Estados do Paraná, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro. Dois funcionários públicos federais estariam envolvidos nas fraudes e tiveram suas prisões cautelares decretadas.

O suposto golpe em muito se assemelha ao descoberto em dezembro pela PF, envolvendo bolsas de estudos e programas de ensino na área da Saúde Pública vinculados à Escola de Enfermagem da Ufrgs, que culminou com a prisão do diretor-presidente da Faurgs, Sergio Nicolaiewsky, e do coordenador do Programa de Pós-Graduação, Ricardo Burg Ceccim.