Passagem mais cara leva noite de terror a Curitiba

Protesto contra o aumento na tarifa de ônibus em Curitiba, realizado ontem a noite, terminou em violência, segundo a prefeitura, tudo porque a semana começou com passagem de ônibus mais cara na Capital.

Dois carros da Polícia Militar (PM) acompanharam o protesto até a rua João Negrão, na região central, quando alguns vândalos passaram a atirar pedra em agências bancárias. Os policiais interviram e houve disparo de balas de borracha, segundo os manifestantes.Na capital, o valor passou de R$ 3,70 para R$ 4,25. O reajuste foi de quase 15%.

Os vidros de duas agências bancárias na João Negrão ficaram estilhaçados; prédios públicos e lojas foram pichados.  Em muitos postes, foram colados cartazes com o rosto do prefeito Rafael Greca (PMN). 

A PM diz que controlou a situação rapidamente. De acordo com a polícia, 11 bandidos foram detidos, inclusive mulheres, e encaminhadas à delegacia. Objetos com facas, sprays de tinta e pedaços de pedras foram encontrados com eles, ainda conforme a PM.

5 comentários:

Anônimo disse...

Lá em Porto Alegre policial de força de segurança teve arma roubada.

Anônimo disse...

Todos eleitores de nulidades como Gleisi Hoffman e Dilma.

Anônimo disse...

Depois que os esquerdistas petistas perderam o poder começou o terrorismo explícito no Brasil, toda a bandidagem ficou casualmente assanhada, presídios,Black blocs , militantes surtados, etc.Enquanto estavam no governo roubando e traindo como nunca na história do Brasil, pareciam moçoilas quietas.Será que os militares de 64 não tinham mesmo razão? É isto que queremos para nosso futuro?

Emmanuel Carlos disse...

Pois é ... a PMPT tem a má (boa!) fama de descer a lenha em desordeiros. Esperamos que continue assim; protesto é uma coisa, desordem é outra muito diferente.

Anônimo disse...

Vale tudo, desordem, confusão, levar o terror às ruas, para tirar o foco da iminente prisão de LULA . E só prestar atenção, crise nas penitenciárias, greves da Polícia, paralisações, nas escolas, Universidades, nos bancos privados e públicos . Problemas que estavam latentes no passado, nos governos do PT, e estouraram somente agora . Serão somente coincidências ou um pouco mais ???