Partidos nanicos tentam ganhar voz dentro da Assembleia gaúcha

Os sete partidos representados por apenas um deputado cada na Assembleia Legislativa estão se organizando para formar um bloco parlamentar com a intenção de conquistar maior espaço político dentro do Parlamento.

O principal objetivo é conquistar um cargo de expressão na Comissão de Constituição e Justiça, uma vez que, juntos, eles têm 114 projetos aguardando análise, sem qualquer perspectiva de serem julgados.

A iniciativa tem Pedro Ruas (PSOL) como titular e Any Ortiz (PPS), suplente. Também integram o bloco os deputados Bombeiro Bianchini (PPL), Sérgio Peres (PRB), Regina Becker Fortunati (Rede), Missionário Volnei (PR) e João Reinelli (PV). Edu Olivera (PSD) também forma bancada de um deputado, mas não quis assinar o projeto.


2 comentários:

Anônimo disse...


Afora a Any Ortiz o que esperar desta fauna ainda mais sob a presidência de Pedro Ruas. É tragicômico.

Unknown disse...

Redundência... nossa Assembleia já e nanica!!!
'Habemus' presidente petralha do MST!!!