Novo piso salarial gaúcho terá reajuste de 6,48%

O piso estadual é referência para cerca de 1,3 milhão de trabalhadores informais ou que pertencem a categorias não contempladas em acordos coletivos ou convenções. 

O governo Sartori protocolou no fim da tarde desta quarta-feira a proposta de reajuste de 6,48% para o valor do novo piso salarial regional. O aumento é igual ao percentual aplicado sobre o piso nacional, baseado na inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano passado.

Caso seja aprovado, o mínimo regional ficará entre R$ 1.175,15 e R$ 1.489,24, incluindo as cinco faixas salariais. 

Agora, a proposta terá 10 dias para receber emendas. Depois, será encaminhada para comissões do parlamento,  incluindo a de Constituição e Justiça (CCJ), para avaliações. Somente após esse trâmite, seguirá para votação no plenário da Casa, sem prazo definido.

Empresários e trabalhadores não gostaram da  proposta, mas ela é consequente.

CLIQUE AQUI para saber quais são as categorias beneficiadas pelo piso salarial gaúcho.

Um comentário:

Anônimo disse...

O SALÁRIO CONTINUA SENDO MUITO POUCO PRA QUEM RECEBE E MUITO CARO PRA QUEM PAGA.
ESSA INCÓGNITA É O X DA QUESTÃO.
SOMOS ROUBADOS PELO NOSSO PRÓPRIO GOVERNO.