Nas últimas 12 horas, um gaúcho foi abatido a tiros a cada três horas

Os cidadãos gaúchos continuam sendo abatidos como gado no meio da rua, tudo porque a polícia sumiu das cidades e deixou a população refém de ladrões, assassinos e estupradores.

Desta vez, cinco assassinatos ocorreram entre a noite de sexta-feira e a madrugada deste sábado. Os crimes:

Pôrto Alegre  - Um homicídio aconteceu as 22h na Rua Arapei, no bairro Cristal, na região da Vila Cruzeiro,. A vítima foi identificada como Lucas Silva Padilha, 26 anos. Ele foi atingido por pelo menos três tiros. Também na noite de sexta-feira em Porto Alegre, o corpo de um homem foi encontrado carbonizado dentro de um veículo na Rua Alberto Rangel, no bairro Rubem Berta, por volta das 21h30min. 

Canoas - Na madrugada deste sábado, pouco antes da 1h, um homem foi morto a tiros no começo na Rua Boa Vista. 

Cruz Alta - O crime aconteceu as 2h, na Rua General Câmara, no centro da cidade. Segundo a Brigada Militar (BM), a vítima estava em frente a uma festa quando foi atingida por tiros. 

Alvorada - As 3h20min, um homem foi executado na Avenida Wenceslau Fontoura, no bairro Nova Americana, em Alvorada.

Um comentário:

Unknown disse...

Assim não dá... estamos perdendo para o ES!!!
Mesmo que episódicas, as execuções foram maiores por lá!!!
Acorda NarcoEstado do RS!!!