quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Menor pressão do IPA explica queda surpreendente do IGP-10

O IGP-10 registrou alta de 0,14% em fevereiro, segundo os dados divulgados há pouco pela FGV. Mais uma vez, o resultado surpreendeu para baixo, ficando inferior à projeção do mercado (0,24%). A desaceleração em relação ao mês passado, quando apresentou elevação de 0,88%, foi explicada pela menor pressão do IPA industrial, que passou de uma alta de 2,10% para outra de 0,66%. Além disso, o IPA agropecuário ampliou a deflação no período, oscilando de uma queda de 1,50% para outra de 1,87%. Já o INCC subiu 0,36%, ante alta de 0,30%, em virtude da maior pressão dos preços de materiais, equipamentos e serviços.

O IPC manteve o ritmo de elevação do mês anterior, ao avançar 0,54%. Esperamos continuidade da desaceleração dos IGPs nas próximas leituras, para algo em torno de 0,10%. 

Nenhum comentário: