quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Melhora da conjuntura econômica reforça otimismo do comércio pelo terceiro mês seguido

A recessão foi contida. A economia ainda não começou a crescer, mas parou de cair e dá sinais de que avançará.

O índice de confiança do comércio alcançou 82,5 pontos em fevereiro, o equivalente a uma alta de 3,6 pontos em relação ao mês passado, segundo a Sondagem do Comércio divulgada há pouco pela FGV. A elevação foi puxada pela melhor avaliação da situação atual, cujo indicador subiu 5,5 pontos ante janeiro. No mesmo sentido, o índice de expectativas avançou 1,6 ponto na margem. 

A melhora da confiança do comércio nos últimos três meses reforça a avaliação de recuperação da atividade econômica à frente, principalmente por ser impulsionada pelo indicador de situação corrente.


9 comentários:

Anônimo disse...

Boa, então não receberei salários parcelados do Sartory ?

Anônimo disse...

A melhora da confiança do comércio nos últimos três meses reforça a avaliação de recuperação da atividade econômica à frente, principalmente por ser impulsionada pelo indicador de situação corrente.

Políbio isso bem explicadinho quer dizer o quê ?

Anônimo disse...

Sim. Quando a economia voltar a crescer o faturamento das empresas vai aumentar e obviamente a arrecadação de icms e outros tributos será maior o que permitirá pagar os salários em dia e acelerar o equilíbrio das contas do estado

Anônimo disse...

Dados da Receita mostram recessão ainda mais profunda:

23/02/2018 - Brasil 247

Embora o governo tenha celebrado a alta de 0,76% na receita em janeiro, isso se deve a fatores pontuais, como a alta nos royalties do petróleo; no detalhe, a arrecadação mostra uma recessão ainda mais profunda, com dados como a queda de 12,9% no IPI, em relação a janeiro do ano passado; já as receitas com PIS/Cofins também caíram, 5,7%, em comparação com o mesmo período de 2016....

Anônimo disse...

Amigo, isso significa que cada vez mais pessoas acreditam que a economia voltara a crescer. E quando isso acontece a economia acaba crescendo mesmo. Pois 90% da economia real são as expectativas. São as expectativas que determinam as decisões das pessoas.

Anônimo disse...

Políbio:
Por um lapso o sr não mencionou o nome do país

Anônimo disse...

Claro, todo mundo "enriqueceu" com os saques do FGTS. "Bora" gastar até ficar na pindaíba novamente. OBS: Que engraçado, aqui no bairro onde eu resido não vejo aquecimento nenhum, só uma infinidade de lojas vazias e vendedores desesperados convidando o público para entrar e conferir as ofertas da semana.

Anônimo disse...

jizuiz, olhem essas maquinas de lavar...

tampa do tipo a das vasilhas de tapware...

é escandalosa a qualidade dos produtos fabricados no bananão...

Anônimo disse...

MELHOR AMIGO DE TEMER DELATA ELISEU PADILHA:

23/02/2017 - Brasil 247

O empresário José Yunes, melhor amigo e parceiro de Michel Temer, decidiu delatar Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil; em entrevista à revista Veja ele usou uma expressão típica do tráfico de drogas e disse que "foi mula" de Padilha; Yunes, que era assessor especial da presidência da República, foi delatado pela Odebrecht por receber R$ 4 milhões em seu escritório; com a entrevista deste fim de semana, ele tenta limpar a sua barra e joga a bomba no colo de Padilha, que se torna insustentável no comando da Casa Civil; mula é aquele que, conscientemente ou não, transporta drogas para outra pessoa; antes de delatar Padilha, Yunes visitou Temer no Planalto....