segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Marchezan nomeia líder do PT para o comando do HPS

A base aliada do prefeito Marchezan Júnior está ouriçada com a decisão do tucano de nomear outro líder do PT para o primeiro escalão do seu governo.

Desta vez, a nomeação foi a do médico Amarílio Vieira Macedo Neto, o dr. Amarílio.

Antes do HPS, o dr. Amarílio foi presidente do Hospital das Clínicas, indicado pelo PT.

18 comentários:

Anônimo disse...

Marchezan quer curar câncer no pulmão receitando cigarros???

Anônimo disse...

Mais 1 petista.

Anônimo disse...

Imagina.... isso eh banco de talentos... gente. super competente o cara!
kkkkkkkkkk
Tem q rir deste desgoverno....

Anônimo disse...

Este prefeito de Porto Alegre, não sabe o mal que o PT e asseclas fizeram ao Brasil, e fica dando cargos a eles.

Será que em Porto Alegre não há pessoas mais qualificadas? Será que para ser diretor do HPS tem que ser filiado a um partido politico?

O nomeado é médico com conhecimentos profundos da medicina, creio que não!!! Mais parece um cargo burocrático para ajeitar cargos CCs.

Anônimo disse...

Ué, o cidadão escohido é competente?Se for nada contra, como diz o dito Chinês " Não importa a cor do gato se ele consegue caçar o rato".

Anônimo disse...

Como tem CCs nessa prefeitura. Que barbaridade, não aguento pagar impostos pra pagar esses caras. Não há ideologias, somente interesses. Digam um partido que o atual prefeito não botou gente? Talvez o PSOl, o resto todos tão cheios de cargos.

Anônimo disse...

É um administrador conceituado, dirigiu durante anos o melhor hospital público do país. Não consta que tenha sido indicado pelo PT, mas, se foi, foi uma indicação correta...

Anônimo disse...

Editor, estás redondamente enganado. Prof Amarílio não foi indicação do PT para a presidência do Clínicas, foi eleito por processo eleitoral envolvendo alunos, funcionários e corpo docente.
Indicação técnica pela experiência administrativa. Ótima indicação, aliás.

Anônimo disse...

Pós doutorado na França serve??? Ele tem

Anônimo disse...


Quem manda em Porto Alegre são os partidos e se manifestam pelos CC's que assumem o poder. As siglas são meras distrações para o eleitor ficar discutindo falsas ideologias que são inventadas para que quiser acreditar.

Anônimo disse...

QUE DECEPÇÃO ESSE TUCANINHO BARATO QUERO MEU VOTO DE VOLTA MARCHEZANNNN

Anônimo disse...

Ouvi falar que o Dr. Amarildo foi um excelente gestor no Hospital das Clínicas. Certamente vai revolucionar o HPS também.

Anônimo disse...

Esse prefeito não vou nada o que os petralhas fizeram ao Brasil? Claro que não viu ele estava no meio dos petralhas em Brasília. Voltou para a terrinha altamente politizada que um dia elegeu por muitos anos esses marginais.
Se o Brasil todo viu o que aconteceu com o Brasil como é que esse deficiente não viu?
Isso só escancara que mesmo com a lava-jato o modo político de se fazer politicagem não morreu ainda, é tudo no conchavo.
O inchado que os petralhas promoveram no conceição e outros hospitais de Porto Alegre esse prefeito retardado não vou?
Claro ele usa aquele hospital popular do SUS o tal do Sírio-Libanês.

Anônimo disse...

PSDB, linha auxiliar do Pete....fiasco heim prefeito...

Anônimo disse...

Pelo visto a turma do Dr. Polibio está mal informada e mal intencionada...Dr. Amarilio foi eleito no HCPA e nunca vi seu nome vinculado a "lideranças" políticas...

Jair Ferreira disse...

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), para desespero dos políticos tradicionais, é a única empresa pública federal cujos dirigentes não são indicados pelos partidos. A nomeação do Presidente é prerrogativa do Reitor da UFRGS (o HCPA é o Hospital Universitário da UFRGS). Normalmente o Reitor encaminha uma consulta à comunidade do HCPA (professores , funcionários e alunos) para a escolha do Presidente, determinando que só podem se candidatar professores da UFRGS. O Prof. Amarílio, do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina, foi escolhido duas vezes pela comunidade, disputando a indicação com outros eminentes professores, escolha que foi confirmada pelo Reitor. Antes disso havia exercido o cargo de Vice-Presidente Médico do Hospital. Não há influências partidárias no HCPA (felizmente).

Anônimo disse...

Internauta das 14:00 , DISCORDO. Como não há influências partidárias na escolha do Presidente do HCPA ??? Sua nomeação é prerrogativa do reitor da UFRGS. Ora, o reitor anterior da UFRGS , Alexandre neto, era FILIADO ao PT. O reitor atual , Oppermann , era Vice-Reitor da administracao petista .A escolha do Presidente do HCPA, portanto, é politica , não há dúvidas. !!!

Jair Ferreira disse...

O Reitor pode ter a filiação partidária que quiser. Desde 1992 a escolha do Presidente do HCPA passa por um processo de consulta interna da qual participam os funcionários do Hospital e os professores e alunos da UFRGS que ali atuam. Assim foi escolhida a atual Presidente, Profª. Nadine Clausel. O Reitor invariavelmente nomeia o mais votado e os partidos (felizmente) não apitam. A prova disso é que os Presidentes que antecederam o Prof. Amarilio ficaram, cada um, 12 anos no cargo: Prof. Carlos Alberto Albuquerque (1984-1986) e Prof. Sérgio Pinto Machado (1996-2008). Ambos foram designados por Reitores de diferentes correntes ou por Reitores apartidários e atravessaram Governos Federais de diferentes partidos. Como o HCPA é considerado nacionalmente o melhor Hospital do MEC, para o bem de sua gestão e para o bem da população por ele atendida, esperemos que continue tudo como está, sem o loteamento pelos partidos. Atenção: pela nova lei das estatais, provavelmente não será mais o Reitor quem nomeará o futuro Presidente do HCPA. Vamos aguardar para ver o que acontece.