Justiça condena o RS a indenizar (R$ 43,1 milhões) concessionária de rodovias

A Justiça condenou o Estado a pagar indenização à extinta concessionária Sulvias, que era a responsável pela cobrança de pedágio no Polo de Lajeado, na BR-386.

O juiz federal substituto Bruno Brum Ribas acolheu a alegação da companhia de que sofreu perdas pela falta de reajuste anual nas tarifas em 2010, último ano do governo de Yeda Crusius (PSDB), e 2011, primeiro ano de Tarso Genro (PT). no Piratini.

Também foram reconhecidas divergências em 2004, na gestão de Germano Rigotto (PMDB), e 2012 (também de Tarso). O total do ressarcimento chega a R$ 43,1 milhões, valores da época, que ainda deverão ser reajustados.

5 comentários:

Anônimo disse...

Pega senha e entra na fila.

Anônimo disse...

Reprivatiza e não precisa pagar. devolve as estradas para a iniciativa privada como é em todo o mundo.

Anônimo disse...

Cobrem dos gestores a época de cada um. Porque não é possível assumirem cargos e saírem sem responderem por nada, ilesos. O povo é quem paga as contas desses irresponsáveis e incompetentes políticos. Está na hora de assumirem as responsabilidades de suas gestões.

Anônimo disse...

obra do BRITO E POLENTA.......

Anônimo disse...

É certo que o juiz dará ganho de causa para a empresa