Juiz de Curitiba suspende bloqueio de bens da Odebrecht

O juiz Friedmann Anderson Wendpap, da 1ª Vara Federal de Curitiba, suspendeu o bloqueio de bens da construtora Odebrecht que estavam indisponíveis desde novembro do ano passado. O pedido partiu do Ministério Público Federal.

Os procuradores alegaram que a empresa firmou acordo de leniência, homologado pela 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF e, por isto, tem direito ao benefício.