quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

José Nêumanne, Estadão - Na casa de Noca

Lobão, entre Lula e Delcídio, quer anistiar todos os bandidos da Lava Jato.

O facínora de faroeste anistia-se a si mesmo e o coco de Mussolini troca carnificina na rua por champanhota na chalana

“Eu quero dizer que é constitucional a figura da anistia, qualquer que ela seja”, disse o mais novo Ruy Barbosa da praça. Trocando em miúdos essa frase cretina, pode-se chegar à conclusão de que, se todos os autores de crimes hediondos forem anistiados por uma benemerência de seus coleguinhas parlamentares, a decisão será fiel à Constituição da República? Não o leve a mal, caro leitor. O entrevistado de sábado no Estadão quer apenas anistiar os partidos políticos que cometerem crimes fiscais em campanhas eleitorais. “Delação só deve ser admitida com delator solto”. Será que o distinto cavalheiro, que, por enquanto, está solto, se candidata à delação? Qual o quê! Quer apenas desmoralizar delações de criminosos confessos presos para livrar-se das acusações que pesam sobre seus ombros. 

O autor dessas frases lapidares (são verdadeiras pedradas!) não tem autoridade nenhuma para proferi-las. Mas tem poder. Ah, isso, tem, sim! Pode crer, preclaro leitor. O cidadão chama-se Edison Lobão, tem 81 anos e é maranhense de Mirador.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

11 comentários:

Anônimo disse...

Dessa quadrilha da foto, um apenas foi preso, por acaso (aliás por ter aberto a boca demais); os demais, mais expertos, estão esperneando para tentar prender quem os persegue "injustamente"; esse é o Brasil, antes da assunção das Forças de Caxias. Aguardem a Dita Dura chegando na casa do Noca! Its a matter of time!

Anônimo disse...

Folha agora diz que Gilmar errou ao barrar Lula na Casa Civil:

15/02/2017 - Brasil 247

Agora que Inês é morta e o golpe já foi consumado, jornal da família Frias resolveu dizer que o ministro Gilmar Mendes errou ao barrar a indicação de Lula como ministro da Casa Civil; em editorial nesta quarta-feira comentando a decisão do STF de manter o cargo e o foro privilegiado de Moreira Franco, a Folha de S.Paulo elogiou o ministro Celso de Mello e relembrou o caso do ex-presidente; "a composição do ministério é tema da alçada do Executivo, e a um magistrado não cabe especular sobre motivações ocultas. Já havia sido despropositada, em 2016, a liminar concedida por Gilmar Mendes, do mesmo STF, suspendendo a posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Casa Civil", diz o texto....

Anônimo disse...

Folha de são Paulo não tem crédito. Só lê alienado ou mortadela.

Anônimo disse...

E O PATINHO DA FIESP DANDO GARGALHADAS!!!!

Inocentes úteis que batucaram nas caçarolas e desfilaram de verde amarelo, agora estão vendo o patinho da FIESP dando risadas!

Carlos Mota disse...

Este jornaleco não tem moral alguma para defender isto ou aquilo, haja vista sua linha editorial em defesa de comunistas/socialistas bandidos.

Anônimo disse...

Denúncias sobre Lobão são conhecidas há mais de duas décadas. Sempre foi político, hoje também é empresário. Não entendo como essa figura possa continuar no Senado Federal. Deve ser porque a Justiça é lenta e o Senador possui Foro Privilegiado .!!!

Anônimo disse...

Olhando a foto postada pelo editor eu reparo que as quatro ilustres figuras que estão nela foram eleitas pelo voto do povo.
Não tem ninguém biônico ali.
Será que Pelé tinha razão?

Anônimo disse...

E O PATINHO DA FIESP DANDO GARGALHADAS!

Qual o bloco de carnaval que a massa de manobra vai desfilar esse ano?

Os inocentes úteis podem escolher:

1 - MBL

2 - Vem Pra Rua

3 - Revoltados On-Line!

Anônimo disse...

Viva BOLSONARO e a Lava jato

Mordaz disse...

Ora, era evidente que estando com Lula e Dilma eram corruptos iguais. A única diferença é que a turma do PT além de roubar não sabe administrar.

Anônimo disse...

delação premiada na sua origem é o benefício concedido aquele que de forma voluntária e espontânea resolve colaborar com a justiça.
Aquele recolhido com prisão preventiva (leia-se prisão perpétua no Brasil) são indiretamente coagidos e sofrem pressão psicológica para "COLABORAR" ou irão apodrecer na cadeia.
É a profissão do futuro no Brasil.
Eu desvio milhões conto onde escondi uma parte e fico em prisão domiciliar desfrutando da grana.
Sem contar o boato de que nas cláusulas do acordo com o MPF os quais estão sob sigilo, o denunciante ficaria com 10% do montante que ele indicaria onde está depositado.
Sem dúvida é uma profissão do futuro.