segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Inflação para famílias de baixa renda sobe 0,54% em janeiro

Famílias de baixa renda tiveram uma alta de 0,54% nos preços pagos em janeiro, conforme o Índice de Preços ao Consumidor, divulgado nesta segunda-feira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que é usado para medir o impacto da movimentação de preços entre famílias com renda mensal entre um e 2,5 salários mínimos. 

Em janeiro, o índice teve alta de 4,80% no acumulado em 12 meses. A inflação da baixa renda ficou menor do que a variação da inflação média apurada entre as famílias com renda mensal entre um e 33 salários mínimos, obtida pelo IPC. Este índice teve alta de 0,69% no mês e no acumulado do ano, a taxa do IPC-BR superou a 5,04%. 

Outro dado importante mostrou que as famílias de baixa renda gastaram mais com alimentação e transportes na passagem de dezembro para janeiro, acelerando o IPC-C1 de 0,19% para 0,54% no período. As maiores variações foram sentidas nas despesas de Habitação (de -0,69% em dezembro para 0,06% em janeiro), Transportes (de 0,59% para 2,07%), Educação, Leitura e Recreação (de 0,86% para 2,74%), Alimentação (de 0,26% para 0,34%) e Comunicação (de 0,07% para 0,42%).


Nenhum comentário: