Governo trabalha para acelerar Plano Nacional de IoT

O governo brasileiro vai realizar mais consultas públicas antes de definir o formato do Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT), conforme Gilberto Kassab, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Ele participou nesta segunda-feira, de um painel entre representantes de governos sobre o setor de telecomunicações na América Latina, durante o MWC 2017, que acontece nesta semana, em Barcelona (Espanha).

Kassab planeja compartilhar qual será o norte de seu Plano Nacional de Internet das Coisas. Será um projeto do governo brasileiro de investir na tecnologia de mesmo nome, que torna, digamos, “smart” qualquer tipo de aparelho, de celulares a geladeiras, carros ou mesmo máquinas utilizadas pela indústria.

O plano deverá se guiar a partir de um estudo encomendado pelo Ministério à consultoria McKinsey, em consórcio formado ainda pelo CPQD, o maior centro de pesquisa e desenvolvimento de IoT do Brasil, e pelo escritório de advocacia Pereira Neto/Macedo. Tal pesquisa custará 17,4 milhões de reais, a serem financiados pelo BNDES (9,8 milhões de reais) e pelo próprio consórcio (7,6 milhões de reais).

4 comentários:

ARS disse...

Lá vem mais entulho burocrático e falcatruas para defender as operadoras desses planos.

ForadaMatrix 1 disse...

Acorda Brasil !!! Quando este governo acelera alguma coisa, é porque esta coisa não será boa para os brasileiros. Sejam todos bem vindos a Novo Ordem Mundial. Internet das coisas são as sentinelas da Matrix na vida real.

A junção da tecnologia (IoT) com a 5G marcará o inicio da tecnocracia global, que levará o homem a sua completa escravização.

Michel, editor do Blog Fora da Matrix 1.

Anônimo disse...

Mais uma bobagem idiota para colocar dinheiro no lixo.

Gustavo disse...

la vai a minha grana..