Governo Marchezan completa 40 dias ainda repleto de interinos

Durante a campanha eleitoral, os mandos e desmandos da EPTC foram uma das principais bandeiras do então candidato Nelson Marchezan Júnior, a ponto de ele prometer que demitiria seu diretor-presidente, Vanderlei Cappellari, no primeiro dia de governo, caso vencesse a eleição.

Pois nesta sexta-feira, o governo tucano completa 40 dias e a EPTC ainda é comandada pelo adjunto de Cappellari, Marcelo Soletti.

E não apenas isso. As secretarias de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Controladoria Geral e Transparência e Planejamento também seguem administradas por interinos, ainda remanescentes da gestão de José Fortunati, mesmo considerando que sete das 22 secretarias do governo anterior foram extintas.