terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Fabricantes de chocolate esperam crescer 10% na Páscoa

As grandes fabricantes de chocolates no país esperam um desempenho entre a estabilidade e um crescimento nominal de 10% na Páscoa desse ano. A data mais importante para o setor no ano deixou um sabor amargo em 2016, quando as vendas cederam 27,4%, mas a indústria espera tirar vantagem da base de comparação mais fraca e de um cenário político menos conturbado.

Para Afonso Champi, vice-presidente de chocolate da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), o período foi atípico e, apesar da forte queda na Páscoa, o setor começou a mostrar recuperação nos meses seguintes. De janeiro a setembro de 2016, a produção de chocolate cresceu 13,2% em volume, ante igual período de 2015, para 393,4 mil toneladas.

A Páscoa do ano passado respondeu pela produção de 14,3 mil toneladas de chocolate, o equivalente a 58 milhões de ovos. O volume, no entanto, é menor que as 19,7 mil toneladas produzidas em 2015.

Um comentário:

Anônimo disse...

fui para as ruas lutar contra dilma, hj me arrependo e pediria a volta dela. o que é esse brasil desses caras e de todos q foram as ruas? pelo menos ela criou esses mecanismos de pegar canalhas..eles nos iludiram não vou pedir volta dilma, mas foi um erro histórico tirar uma mulher honesta embora de um governo ruim