terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, será julgado por financiamento ilegal de campanha

O ex-presidente Nicolas Sarkozy será julgado por suposto financiamento ilegal da campanha para as eleições presidenciais de 2012, onde superou, de forma deliberada, o teto máximo de gastos de 22,5 milhões de euros, por meio de um vasto sistema de faturas falsas que teriam sido usadas para exceder o teto legal do financiamento das campanhas eleitorais na França.

Sarkozy será o segundo chefe de Estado julgado na França desde 1958, após o ex-presidente conservador Jacques Chirac ser condenado, em 2011, a dois anos de prisão condicional por um caso de empregos fictícios quando era prefeito de Paris. Além do ex-presidente, também serão julgadas outras 13 pessoas, entre elas dirigentes de seu partido, por falsificação, abuso de confiança, fraude ou cumplicidade no financiamento ilegal de campanhas eleitorais.

3 comentários:

Emmanuel Carlos disse...

Sarkozy ? Vigarices? Normal .... tudo normal ...

Anônimo disse...

NA FRANÇA, EX-PRESIDENTE CONDENADO POR IRREGULARIDADES DURANTE O SEU MANDATO É NORMAL, AQUI NO BRASIL É CONSIDERADO UMA AFRONTA.

Anônimo disse...

Dejavu brasileiro......