segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Em cadeia nacional, Temer defende ministros citados na Lava Jato

Em pronunciamento feito agora há pouco, em rede nacional de rádio e TV, o presidente Michel Temer disse que, se algum integrante do governo se tornar réu em decorrência da Operação Lava Jato, será imediatamente afastado.

Porém, apenas ter seu nome citado em delações premiadas não é suficiente para perder a credibilidade e sua confiança.

13 comentários:

Anônimo disse...

Só ladrão.

Tucano do Sul disse...

Autodefesa.

Tucano do Sul disse...

Se a escolha para preenchimento de cargos fosse por critérios técnicos esse problema não existiria. Mas ele não estaria no cargo também, porque quem o colocou lá e o mantém não quer mudança no critério político. É um beco sem saída. O melhor seria prender todos e formar uma junta de notáveis para comandar o país até novas eleições. E aplicar a lei da ficha limpa com todo o rigor.

Anônimo disse...

hahahah, esse editor com os seus corruptos ele não tece maiores comentários, é a hipocrisia em pessoa.....o próprio michel vampiro temer terá que se demitir.....

Anônimo disse...

Tão ruim quanto o governo Dilma, ele não perdeu o rumo, apenas mostra a que vieram, são socialistas, escravos remanescentes de Soros, apenas isso !

Anônimo disse...

Todos os delatores estão com a cabeça a prêmio. Se mentirem não serão beneficiados com a redução da pena. Michel Temer pensa que 204 milhões de brasileiros são trouxas para não perceber o que está acontecendo? Se um Ministro for citado e comprovado com provas na Lava Jato, o certo seria o seu afastamento de imediato. Ou o Presidente quer passar por bonzinho e deixar o Congresso bater o martelo para blindar seus companheiros?

Alberto disse...

Quem defende ladrões tem que cair fora também. Chega de safados!

sempre mais disse...

Vergonhoso. E a AGU defendendo crimes contra a União. Temer pede pra cagar e sai de fininho.

sempre mais disse...

Dia 26 de março vc e seu amigo lula serão lembrados, covardes! Temer, vc pediu o povo na rua. E terá.

Anônimo disse...

Parabéns ao Presidente Temer, que não se intimida ....Por enquanto as forças democráticas ainda resistem....

Anônimo disse...

Somos 204 milhões de otários para o presidente Temer.

Anônimo disse...

Sabendo da lerdeza da justiça, especialmente o STF, Temer joga para a torcida.
Com o Itamar, o vice de verdade, suspeito caia fora e ia se explicar.
O Brasil apodreceu .

Anônimo disse...



Com o rabo preso também, o Temer legisla em causa própria.

Só mesmo um imbecil acreditaria, que um ministro permaneceria no poder após ter se tornado réu na Lava-Jato.

Vamos parar com a hipocrisia. O dinheiro é do contribuinte, nenhum gerente de banco permanece nas funções se for alvo de investigações, qualquer policial que esteja sob investigação é afastado das funções. Mesmo passando no concurso qualquer candidato a juiz, policial, funcionário do sistema financeiro estatal, que esteja no cadastro de inadimplentes pode assumir a função.

Apenas os políticos pilantras, incompetentes e não raro corruptos, gozam de isenções e benefícios da lei, para administrar a vida e o dinheiro do contribuinte, mesmo estando mais do que comprovado que meteram a mão.