Dilma será ouvida pela Lava Jato no dia 24 de março

Dilma Roussef será ouvida como testemunha de Marcelo Odebrecht, dia 24 de março, através de videoconferência comandada pelo juiz Sérgio Moro.

Trata-se de ação penal movida contra o empreiteiro, principal protagonista da Lava Jato.

Dilma falará desde a sala de videoconferência que a Justiça Federal mantém em Porto Alegre.

9 comentários:

Anônimo disse...

DICA DE NOTICIA PARA O EDITOR:

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/02/1855094-aecio-definiu-coluio-em-licitacao-em-minas-afirma-delator-da-odebrecht.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.

NO AGUARDO.

Anônimo disse...

Vamos ver a arrogancia da ZikaDilma agora. Sua grossura, falta de respeito e jumentice vao fazer o Moro brilhar mais uma vez.

Unknown disse...

Atenção marqueteiros... preparem as lorotas que a mitômana Dillma vai falar!!!

sempre mais disse...

Não vai poder. A unha vai estar encravada justo neste dia.

Anônimo disse...




Testemunha?



Anônimo disse...

Folha = Lixo PTista

Anônimo disse...

Teleconferência? Ela vai ler tudo o que sair escrito no teleprompter e se reinicializar o computador ela vai dizer: "Pentium i7, 3,5 GHz, 8 Gb ram!"

Anônimo disse...

Ela pediu se pode levar a bicicleta para a teleconferência!

Anônimo disse...

Se for no estilo do seu discurso a dias atrás em Sevilha, vai enterrar de vez o marcelo e nos matará de tanto rir (ou de vergonha).