sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Delcídio presta depoimento a Sérgio Moro

O senador cassado Delcídio do Amaral presta depoimento nesta sexta-feira, às 14h, em Curitiba ao juiz federal Sérgio Moro, na ação penal que investiga o ex-ministro Antônio Palocci, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e mais 13 pessoas. Delcídio é testemunha de acusação no processo, onde os réus foram denunciados pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Em delação premiada feita em outubro do ano passado, Delcídio detalhou a suposta atuação do ex-ministro no relacionamento entre empresários e o governo federal à época do ex-presidente Lula. Segundo o senador cassado, Palocci teria a missão de fazer a ponte entre o governo e os empresários para beneficiar campanhas políticas.

15 comentários:

Anônimo disse...

PT IRÁ AO STF CONTRA FORO PRIVILEGIADO DE MOREIRA E PEDIRÁ GILMAR NO CASO:

03/02/2017 - Brasil 247

Deputados Paulo Pimenta (PT-RS), Wadih Damous (PT-RJ) e Chico D'Angelo (PT-RJ) irão protocolar no Supremo Tribunal Federal uma ação pedindo a anulação da nomeação de Moreira Franco para o cargo de secretário-geral da Presidência, com direito a foto privilegiado, feita por Michel Temer; suspeita dos parlamentares é que o governo se apressou em blindar Moreira da Justiça às vésperas do andamento das delações dos 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht; um deles, Claudio Melo Filho, acusou Moreira de ter recebido propina de R$ 4 milhões; o "Angorá" estava sendo investigado também por propinas na Caixa; deputados vão pedir que o caso seja analisado pelo ministro Gilmar Mendes, que em março de 2016, suspendeu a posse do ex-presidente Lula na Casa Civil, sob argumento seria "obstrução da Justiça"; "[Essa nomeação] vem para fugir da investigação que se faz em Curitiba, deixando esse tribunal muito mal”, disse Gilmar na época, como mostra o vídeo acima.

Anônimo disse...

TEMER GARANTE FORO PRIVILEGIADO PARA MOREIRA FRANCO. E AGORA, GILMAR?

03/02/2017 - Brasil 247

"Eduardo Cunha, o grande sócio de Temer na conspiração para derrubar a Presidente Dilma, alertou que Moreira Franco “derreteria” quando fosse revelada a delação de Benedito Júnior, ex-presidente da Odebrecht. Bingo! Saiu a delação do Benedito. Sintomaticamente, o usurpador Michel Temer sai em socorro do seu 'gato angorá', como é batizado Moreira Franco na planilha de propina da Odebrecht, e transforma a repartição do angorá em ministério. Agindo assim, para garantir foro privilegiado a Moreira Franco, Temer obstrui a justiça. O que tem a dizer o falastrão Gilmar Mendes sobre o assunto?"; artigo de Jeferson Miola.

Perguntar não ofende: Não foi GM que foi até o Jaburu, em pleno luto da morte de Teori se reunir com o traira e o gato angorá?

Anônimo disse...

QUEM É RICHAM ELLAKKIS, O MÉDICO QUE SUGERIU PROCEDIMENTO PARA MATAR MARISA LETÍCIA:

Reportagem de Joaquim Carvalho, do DCM, traça um perfil do neurocirurgião Richam Faissal El Hossain Ellakkis, que sugeriu num grupo de WhatsApp procedimento para matar dona Marisa Letícia; "Esses fdp vão embolizar ainda por cima. Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela", afirmou; confira.

3/02/2017

247 - O neurocirurgião Richam Faissal El Hossain Ellakkis, que sugeriu num grupo de WhatsApp procedimento para matar dona Marisa Letícia, é um médico que já trabalhou na rede pública em São Paulo.

Segundo reportagem do jornalista Joaquim Carvalho, do Diário do Centro do Mundo, até um ano atrás, ele era neurocirurgião do Hospital Municipal de Ermelino Matarazzo, na Zona Leste, que atende um grande número de baleados e vítimas de acidentes de trânsito.

"Ele próprio, em agosto de 2015, se envolveu numa batida de carro que acabou na Justiça. O doutor Richam Ellakkis conduzia seu Honda Civic LXR, de placas FKA 4329, pela rua Cachoeira , em Guarulhos, não parou no cruzamento com a rua Dona Tecla e acertou o táxi de Djalma Aleixo de Luna", diz Carvalho.

Segundo o jornalista, Richam Ellakkis não compareceu ao Fórum para se defender e em setembro do ano passado, foi condenado à revelia a indenizar o taxista, que ficou nove dias sem poder trabalhar, enquanto o carro estava no conserto.

No grupo de WhatsApp que reúne médicos que, como ele, se formaram em 2009 pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, comentou diante do diagnóstico de Dona Marisa vazado do hospital Sírio Libanês. "Esses fdp vão embolizar ainda por cima. Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela."

Além de trabalhar no Ermelino Matarazzo, o doutor Richam Ellakkis foi residente num hospital de Rio Preto, o Austa Centro Médico, e passou pelo Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo, Paraná, Estado onde nasceu e atualmente é funcionário da Unimed em São Roque, interior de São Paulo.

"Na página do Facebook que apagou depois da polêmica sobre seu comentário, o doutor Richam Ellakkis dizia trabalhar no Hospital das Clínicas da USP e ter feito residência médica no Hospital de Base de Brasília, informações que não constam do seu currículo oficial. Resta torcer para você ou seus familiares jamais caírem nas mãos do doutor Richam. O capeta, provavelmente, é mais seguro", diz Joaquim Carvalho.

Anônimo disse...

"Sou ingênuo e de boa fé. Me informo diariamente pela rede Goebbels. Ela diz que é neutra e imparcial e eu acredito. Não procuro outras fontes de informações. Afinal ela está presente na CBN nos táxis, na TV dos botequins e na minha casa no jornal e na TV. Ela critica muito os partidos de esquerda e não fala nada sobre os outros. Quer dizer dá notícias positivas sobre os outros. Como a revista Veja também faz isso, acho que deve ser verdade. Ultimamente essas mídias não têm me convocado para ir às ruas, então deve estar tudo bem e eu não tenho saído com a minha camisa da honestíssima CBF. Alguns me chamam de midiota, mas eu não entendo por que"

Anônimo disse...

Lula: angorá pode se blindar, Gilmar?

Ele não deixou Dilma cometer a "falsidade" com o Lula, lembra?

03/02/2017 - Conversa Afiada

Em março do ano passado, Dilma editou um Diário Oficial extra para fazer constar a nomeação de Lula para a Casa Civil.

Numa decisão histórica, que honra a Magistratura Ocidental, o Ministro Gilmar Mendes vetou a nomeação de Lula com argumento mortal:

"O objetivo da falsidade é claro: impedir a o cumprimento de ordem de prisão de juiz de primeira instância!"

Um colosso!

O articulista Bernardo Mello Franco, na Fel-lha, na página 2 (que não se perca pela vizinhança...), lembra que o "MT" "ressuscitou a Secretaria Geral da presidência para dar status de Ministro a Moreira Franco (aqui e na Odebrecht conhecido como angorá - PHA)... Citado 34 (34! Perde para o MT, que é citado 43!!! - PHA) vezes, o peemedebista voltará a contar com o foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal. A utilidade da blindagem é resumida numa frase famosa em Brasília: 'sem foro, é Moro'"!

O objetivo da falsidade é claro, não, ministro Gilmar?

Anônimo disse...

Luís Costa Pinto, no Poder360: a Medicina converteu-se a uma seita satânica?

FERNANDO BRITO/ 03/02/2017 - O Tijolaço

mafia

Luís Costa Pinto, um dos mais considerados jornalistas de Brasília, autor da bombástica entrevista de Pedro Collor é um homem de texto gentil, equilibrado e humano. Por isso mesmo, hoje, no Poder360, ele mostra que jornalista, se quer ser digno, não pode ter contemplação com a grosseria, o fanatismo e a desumanidade, como foi a monstruosa “corrente de imundícies” de médicos debochando e praguejando pela morte de Marisa Letícia Lula da Silva.

Em seu indignado artigo As bestas de jaleco, Costa Pinto diz que os médicos têm de reagir “de forma dura e organizada” aos que fazem com que a Medicina pareça ter ” se convertido aqui no Brasil a uma seita satânica seguida como profissão de fé por seres grotescos –sem alma, sem cérebro, sem compreensão do mundo, sem dó ou compaixão.”

Eles descreve as mensagens e atos – a esta altura já do conhecimento de todos – da reumatologista Gabriela Munhoz,d o cardiologista Ademar Poltronieri Filho, do urologista Michael Hennich e do neurologista Richam Faissal Ellakkis” nas redes sociais -aos quais chama de “seres abjetos” e as compara a outras, tão criminosas quanto, que povoam o noticiário.

Os valores dessa verdadeira quadrilha de médicos que rasgaram seus juramentos aos princípios de Hipócrates e espicaçaram qualquer solidariedade humana podem –e devem– ser comparados aos patéticos protestos contra o desembarque de doutores e doutoras cubanos no âmbito do programa Mais Médicos levado a cabo no primeiro governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Podem e devem, ainda, ser analisados em paralelo com a atitude criminosa de ortopedistas do Distrito Federal que prescreviam cirurgias de colocação de próteses ósseas desnecessárias e introduziam no corpo dos pacientes peças de segunda mão –matando muitos de infecção, restringindo o movimento de outros e assaltando-os abertamente ao superfaturar os procedimentos clínicos e cirúrgicos.

Somam-se os exemplos e os paralelos. Multiplica-se a solidariedade da infâmia, com a corporação protegendo aos seus e deixando a sociedade à mercê da sorte. Abatido pela onda de ódio conservador e primitivo contra os médicos cubanos, o Mais Médicos se liquefez e devolveu à incerteza e à intermitência o atendimento a milhares de brasileiros, sobretudo nas cidades do interior, porque o exercício da Medicina é encarado por essa corja de “doutoras” e “doutores” como Munhoz, Elliakkis et caterva como uma ação entre amigos da mesma classe, do mesmo credo, do mesmo grupo e com o mesmo objetivo.(…)

A ação dos vermes de jaleco que abusaram da agonia de Marisa Letícia não pode ficar impune no meio médico. Caso fique, toda a corporação corre o risco de começar a ser tratada com o desprezo que bandidos assim merecem. E sentirão a dor da discriminação que se dedica a quem vende a alma a seitas de fanáticos. Médicos como os que se integraram a essa corrente da infâmia nascida no Sírio-Libanês são passíveis do desprezo e merecedores de todos os castigos divinos.

Leia, por favor, o artigo de Luís Costa Pinto no Poder 360. É o chicote brandindo contra quem viola o templo do corpo humano. É das coisas que fazem a gente ter orgulho da profissão e dos valores que abraçou.

Anônimo disse...

Moreira no Ministérios não é nomeação, é confissão:

FERNANDO BRITO/ 03/02/2017 - O Tijolaço

amarildomoreira

Poucas coisas na política brasileira foram tão deploráveis quanto a elevação de Moreira Franco à condição de Ministro em função das delações premiadas mais que suficientes para estabelecer que é ele um dos operadores de Michel Temer.

A começar da incrível diferença com que este assunto foi tratado em relação à frustrada indicação de Lula para a Casa Civil de Dilma Rousseff, que escandalizou os comentaristas da mídia e ao Supremo, que a impediu de concretizar-se.

A nomeação de Lula era claramente política: um governo em desagregação, sabotado por todos os lados, precisava de uma figura política de primeira grandeza um interlocutor de largo trânsito para salvar-se o destino que já lhe tinha sido traçado: o do impeachment.

Lula, por maior que pudesse ser sua relação com Dilma, não habitava Brasilia, não integrava o governo, não podia encaminhar acordos ou decisões.

Ao contrário, fora do Governo, tudo o que fizesse seria, automaticamente, “interferência”.

A nomeação de Moreira Franco, ao contrário, é apenas um “privilégio de foro”

Moreira é, desde que foi escorraçado do Governo do Rio de Janeiro, uma figura da penumbra. “Personal consultant” de Fernando Henrique, segundo Eliane Cantanhêde, “confiável se longe do cofre”, para o ferino Antonio Carlos Magalhães, foi enfiado por Temer nos governos Lula e Dilma. E tornou-se, ao ser expelido, o pilar “teórico” da conspiração, com sua “Ponte para o Futuro”, reduzida a “pinguela” por seu ex-chefe FHC.

Citado diretamente na delação da OAS, brecada por Rodrigo Janot e repetido nas da Odebrecht, Moreira é um Geddel Vieira Lima que não palita os dentes em público. Não tem a menor simpatia no parlamento, não articula politicamente senão com quem tem negócios com o Governo.

Na iminência da conclusão das delações da Odebrecht, guindá-lo á condição de ministro – para, aliás, fazer o mesmo nada que fazia no Planalto, a não ser estruturar os esquemas de privatizações – não é uma nomeação, é uma confissão.

A “gangue dos quatro” – Primo Padilha, Babel Geddel e o líder MT – sabe que o Angorá tem tão pouco caráter que, apertado, não hesitaria em, como sempre fez, empurrar adiante as responsabilidades por negócios.

Anônimo disse...

Para atrapalhar a Lava Jato, Temer nomeia Moreira Franco ministro:

3 de fevereiro de 2017 - Blog do esmael

Em março de 2016, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi barrado pelo STF no ministério da Casa Civil. O argumento era de que sua nomeação por Dilma Rousseff atrapalharia da Lava Jato.

Pois bem, voltemos a 2 de fevereiro de 2017.
O ilegítimo Michel Temer nomeou ontem para o ministério da Secretaria-Geral da Presidência Moreira Franco. Ele foi citado 34 vezes na delação da Odebrecht e, a partir de agora, ganhou foro privilegiado. O Supremo nada questionou sobre o explícito “olé” na Lava Jato.
Novamente, retornemos a março de 2016.
Ato contínuo à nomeação e contestação de Lula no STF, o juiz federal Sérgio Moro, titular da Lava Jato, vazara para a Globo conversas entre Lula e Dilma; Lulinha e a falecida dona Marisa Letícia.
Dona Marisa era mulher do povo e como tal, na gravação, após panelaço dos coxinhas, ela os mandava enfiar as panelas no cu.
O áudio vazado por Moro não a incriminava, mas criava o ambiente de hostilidades a Lula e ao PT. E, claro, para derrubar a presidente eleita Dilma Rousseff.
A perseguição à família Lula matou dona Marisa, segundo parlamentares e amigos.
Retornemos a 3 de fevereiro de 2017.
Quanto a Moreira Franco, ele é sogro do presidente reeleito da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), o Botafogo nas planilhas da Odebrecht.
Para o STF, Moreira “ajudará” o país com o status de ministro.
A corte não vê que o peemedebista pode atrapalhar a Lava Jato.
Mesmo sem nenhuma prova, a Lava Jato, a mídia e o STF enxergavam Lula como “inimigo” a ser abatido.
Portanto, dois pesos duas medidas no Supremo.

Unknown disse...

Dá-lhe Delcídio... hora de lavar a honra... limpar a alma!!!
Exorcize o PT da tua vida... ninguém merece!!!

Luiz Inácio disse...

Mas que asco encontrar este monte de estrume socialialista/comunista com estes textos que nem a cachorra da mãe deles lê.

Anônimo disse...

Hahahaha! É um sarro ver os petralhas que foram chutados do Planalto tentando jogar as pilantragens de seus sócios de mais de uma década (PMDB) na conta das pessoas que foram às ruas protestar justamente contra toda essa lama. Logo o PMDB vai ser votado para fora do governo federal, aí finalmente esse câncer que consumiu o Brasil nos últimos anos vai poder ser curado.

Anônimo disse...

DELCIDIO AMARAL ERA LIDER DA DILMA LESA PATRA NO SEANDO, E JÁ DISSE QUE DILMA E LULA SEMPRE SOUBERAM DE TUDO QUE QUE DILMA E LULA TENTARAM SABOTAR AS INVESTIGAÇOES

Anônimo disse...

CUNHA NA CAMARA, RENAN NO SEANDO,DILMA PRESIDENTE E TEEMER DE VICE,SIM FOI A UNIOA DO PT E PMDB, ESSE ERA O ACORDO....PMDB ALIADO AO PT 13 ANOS, SIM, E AINDA POR CIMA COMO FOI DITO O PT PAGOU PRA TER APOIO DO PMDB, SIM PAGARAM PRA TEMER SER VICE DE DILMA

Anônimo disse...

ATENÇAO MESTRE POLIBIO POR QUE VC BNAO CENSURA ESTE PETRALHA PAGO AI DE CIMA POSTANDO ESTAS BABAQUICES, VOU DEIXAR DE ACESSAR SEU SITE, ESTE PELEGO DESMORALIZA SEU SITE, AQUI NAO É LUGAR DE GENTE BAIXA E MENTIROSA

Anônimo disse...

Por que eh idiota?