Delcídio Amaral diz na Lava Jato que Palocci tomava dinheiro dos empresários para campanhas do PT

Delcídio, Marcelo Odebrecht e Palocci.

O senador cassado Delcídio do Amaral, ex-líder do governo Dilma no Senado, voltou a acusar o ex-ministro Antônio Palocci de fazer a ponte entre os interesses do governo, à época da gestão petista, e os empresários, sobretudo Marcelo Odebrecht, para beneficiar campanhas políticas. Delcídio prestou depoimento como testemunha de acusação na ação penal que investiga o ex-ministro, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e mais 13 pessoas. Eles foram denunciados pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

O que disse o ex-senador:

-  O ex-ministro Palocci transitava muito bem entre os empresários. Ele era a pessoa que fazia contatos.

Questionado pela defesa do ex-ministro se acompanhou negociações entre Palocci e os empresários para arrecadar recursos para campanhas políticas, afirmou: “Eu não participava dessa 'entourage', mas eu tinha as informações necessárias para compreender o papel do ex-ministro Palocci na arrecadação de recursos nas campanhas.

CLIQUE AQUI para ler mais, inclusive as declarações do advogado de Palocci.

2 comentários:

Anônimo disse...

Quem dorme com cachorros pega pulgas e o petismo virou um canil nacional, com todo o respeito aos nobres e leais cachorros que nem de longe lembram os vermelhos !

Anônimo disse...





Não existe politico santo, é tudo safado, inclusive os que não chegaram ao poder por serem dos partidos nanicos, mas não esqueçam da venda de espaço no horário politico.