Cunha garante em depoimento que Temer se equivocou ao negar conhecimento de reunião

Em interrogatório à Justiça Federal de Curitiba realizado nesta terça-feira, o ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que o presidente Michel Temer “está equivocado” por afirmar que não participou de uma reunião ocorrida no Planalto, em 2007, durante o governo Lula, para tratar de nomeações do PT na Petrobras.

“Eu fui comunicado dessa reunião, na época, pelo próprio Michel Temer e pelo Henrique Eduardo Alves, então líder do PMDB na Câmara. E ele esteve nesta reunião junto com o ministro Walfrido Mares Guia”, afirmou Cunha.

Segundo o ex-deputado, as nomeações causaram “desconforto” na bancada do PMDB na Câmara, que se revoltou e ameaçou não aprovar a prorrogação da CPMF. “Era um desconforto que existia com as nomeações do PT de Graça Foster para a diretoria de Gás da Petrobras e de José Eduardo Dutra para presidente da BR Distribuidora.

Nenhum comentário: