Capitã da PM carioca é presa por incitar policiais a paralisarem atividades

A capitã da Polícia Militar do Rio de Janeiro Ana Paula Moutinho foi presa administrativamente por incitar a greve da corporação usando seu perfil no Facebook. De acordo com a assessoria de imprensa da PM, ela postou “mensagens agressivas à sociedade”. Ana Paula ficará detida por 72 horas.

Em sua postagem, a capitã mostra fotos de comentários de internautas pedindo que agentes da Polícia Militar não abandonassem a população. Em resposta, Ana Paula declarou: “Só cuidaremos dos nossos! Fujam pras colinas”.

8 comentários:

Anônimo disse...

JUSTA CAUSA NESSA COMUNISTA

Mordaz disse...

Tem que ser expulsa. Não tem perfil de militar.

Anônimo disse...




Esta capitã, teve seus momentos de fama quando durante uma ocorrência, amamentou uma criança, filha de uma das partes envolvidas.

Anônimo disse...

A situação atual do Brasil, isso depois de 13/14 anos de governo comunista do PT, nem se as FF.AA tomarem o poder poderão consertar todo o estrago causado por esse partido no governo.

- Toda a sociedade está corrompida. Vejam os saques que ocorreram nas cidades do Espirito Santo, com a greve dos policiais.

- O ladrão do 9dedos, disse que faria a reforma agrária com um canetaço. Como está o problema da reforma agrária, depois de todos esses anos de governo petralha comunista....????

Anônimo disse...

http://www.cpovo.net/Noticias/Policia/2017/02/610044/Com-137-mortes-em-oito-dias,-Espirito-Santo-apura-execucoes-em-meio-a-motim

Anônimo disse...

uma petista sem vergonha

Anônimo disse...

Esta prisão é um erro, por ser tratar de um crime militar capitulado no Código Penal Militar e não uma transgressão disciplinar, como está sendo tratado. Ela deveria é ter sido presa preventivamente pelo crime. Espero que as autoridades judiciárias cariocas corrijam este erro logo.

Anônimo disse...

Capitã? Com todo esse bom senso? Que Deus tenha Misericórdia do povo Fluminense.É o corporativismo sindicalista bolivariano de 14 anos de desgoverno.