Câmara deve votar esta tarde projeto de repatriação de recursos ilegais

O presidente da Câmara dos Deputados, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou agora há pouco que o projeto de Lei do Senado que abre uma segunda etapa para o programa de repatriação de recursos mantidos ilegalmente no exterior será votado ainda nesta quarta-feira no plenário da Casa.

Governadores querem pressa na votação do projeto, pois contam com a arrecadação do programa para melhorar a situação fiscal dos Estados. Pelo texto aprovado no Senado e que deve ser mantido pela Câmara, Estados e municípios terão direito a 46% da receita da multa e 46% do imposto cobrado pela União sobre o montante regularizado.