Cairoli diz que Banrisul não será privatizado pelo Governo Sartori

O vice-governador José Paulo Cairoli (PSD), em entrevista ao Jornal do Comércio, disse hoje que o Banrisul pode ser privatizado, mas garantiu que isso não vai ocorrer no governo de José Ivo Sartori.

Ele foi enfático ao dizer que "em momento algum passou pela nossa cabeça privatizar o Banrisul”. Apesar de confessar que sabe bem o que é negociável e o que não é. E ressaltou que uma das vantagens do banco é que os recursos ficam 100% no Estado.

Questionado sobre se o Governo pensa em criar outro banco, Cairoli afirmou que se fosse criar um outro banco estatal hoje, faria um mais voltado à micros e pequenas empresas, e voltado as pessoas de baixa renda. Ele encerrou dizendo que não pensa em concorrer à sucessão em 2018 e avisou: “Eu termino o meu mandato no final de 2018. Não sou candidato a cargo eletivo, a menos que seja na área executiva”.

5 comentários:

Anônimo disse...

Vem uma nova Caixa Estadual por aí ?

Anônimo disse...

Lamentável essa decisão.

Sérgio disse...

O Banrisul é um ente que só visa o bem estar de seus empregados e aposentados. É, como a CEEE, uma fábrica de Reclamatórias Trabalhistas. Deveria ser vendido e na entrega iriam todos que esão a ele vinculado.

Anônimo disse...

O Banrisul já foi privatizado há muito tempo: é da corporação de funcionários e dos políticos do momento.

O Banrisul só é estatal na hora de passar para o povo a dívida pela recapitalização, paga até hoje.
Dezenas de bilhões em impostos, que deveriam ir para segurança, saúde, educação, estrutura, etc.

Anônimo disse...

O cargo de GOVERNADOR é da área executiva. Ou não?