domingo, 5 de fevereiro de 2017

Base aliada de Temer vai ao STF pedir fim do sigilo das delações da Odebrecht

Políticos de partidos da base aliada do governo Temer articulam ir, na próxima semana, ao gabinete do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, para pedir o fim do sigilo de delações premiadas.

O principal alvo do grupo – que tem apoio da cúpula do Congresso e do Palácio do Planalto – é o acordo de colaboração firmado por 77 executivos e ex-executivos da construtora Odebrecht. O acordo foi homologado na semana passada pela presidente do STF, Cármen Lúcia.

Segundo o presidente do PMDB, senador Romero Jucá, pelo menos três partidos manifestaram interesse em tratar sobre o assunto com Fachin – além do PMDB, o PSDB e o PSD também participariam da articulação. O argumento do grupo é de há uma espécie de “linchamento público” de políticos que teriam sido citados nas delações.

6 comentários:

Anônimo disse...

O Brasil decente quer a quebra de todos os sigilos, somente criminosos agem e precisam das sombras.

Anônimo disse...

Bando de vigaristas querendo se passar por honestos.

Anônimo disse...

Ai tem!

Anônimo disse...

Emissora argentina de TV afirma que a Globo é “um meio de comunicação diabólico”:

05/02/2017 - Jornal GGN

O canal argentino de televisão C5N, em programa jornalístico apresentado por Victor Hugo Morales, veiculou notícia sobre a morte da ex-primeira dama brasileira, Marisa Letícia Lula da Silva, fazendo duras críticas aos conglomerados de comunicação do Brasil. Sobretudo, às Organizações Globo.

Chamando a atenção para as perseguições sofridas pela família do ex-presidente Lula, a emissora C5N classificou a Globo “como um meio de comunicação dominante e diabólico”.

Também criticou de maneira ácida aos setores judiciais e políticos golpistas, como o ilegítimo presidente Michel Temer, que “queriam tomar o poder para si para instalar um governo neoliberal”.
________________

https://www.facebook.com/Televis%C3%A3o-do-Mundo-1778800639055504/



Fonte e tradução: Televisão do Mundo.

Uma webpágina no Facebook, que visa romper o cerco midiático tupiniquim, e tem como objetivo veicular "reportagens e vídeos legendados em português que mostram o Brasil que a mídia nacional esconde". Disponível em: https://www.facebook.com/Televis%C3%A3o-do-Mundo-1778800639055504/
________________

Destacou também os protestos à visita de Temer no hospital Sírio-Libanês, marcados por críticas ao presidente brasileiro, tais como “golpista” e “assassino”.

O noticiário salientou ainda as manifestações de “grande afeto ao casal – que sempre foi uma espécie de exemplo, que sempre caminhou junto” –, por partidários e pessoas não partidárias de Lula.

Diferentemente do que ocorre no Brasil, mergulhado como nos encontramos em um verdadeiro cerco midiático, antipopular, reacionário, antinacional e entreguista, na Argentina foi introduzida a regulação democrática da mídia, pelo governo de Cristina Kirchner.

Por isso, lá existem condições mais favoráveis ao pluralismo das ideias, das vozes e dos enquadramentos jornalísticos. O “papo pode ser reto” e a população possui maior acesso a visões alternativas aos meios empresarias e conservadores de comunicação.

Anônimo disse...

Deve ser uma "QUEBRA DE SIGILO SELETIVA", na qual só pobres diabos são
apontados como vilões, ladrões.

Anônimo disse...

Se forem quebrar todos os sigilos existentes e principalmente divulgar a sociedade, quero nem ver a cara do povo que trabalhou anos e anos durante toda a vida e passam a vida sofrendo em situações delicadas financeiras, saúde e etc. Vão achar tanta corrupção envolvendo políticos, banqueiros, empreiteiros, mafiosos, judiciário, sindicatos e tudo mais. Isso não é só no Brasil ou América Latina, essas máfias tem conexões internacionais. O que não falta são livros mundo a fora sobre esses assuntos. Essas máfias são internacionais e querem poder total e nenhum concorrente. Por que vocês acham que tem tantos conflitos mundo a fora há tanto tempo?

Nos USA tem depoimentos de soltados desertores que voltam dos conflitos desiludidos por que para recrutar são enganados com discursos mentirosos e depois quando chegam lá vão ver que são usados para fins nada nobres. Isso é o mesmo que esses funcionários de empresas envolvidas em corrupção que desertam e começam a delatar todo mundo. Por que na hora de contratar eles prometem milagres e na hora da realidade fazem tudo o que é absurdo.

Toda empresa e instituição que eu já vi na vida onde eu passei, minha família passou e meus amigos passaram, TODOS relatam a mesma história. Tem fulano de tal fazendo algo errado e todos acobertam. Aí os honestos ficam tentando fugir desses incômodos para não serem envolvidos. Cansei de ouvir histórias do gênero.