Banco Mundial projeta crescimento da pobreza no Brasil

A crise econômica poderá levar até 3,6 milhões de brasileiros para um patamar abaixo da linha de pobreza até o fim deste ano, disse o Banco Mundial ao divulgar estudo sobre o impacto da recessão no nível de renda dos brasileiros.

O levantamento da instituição também mediu o impacto do crescimento da pobreza no Programa Bolsa Família, que atende mais de 14 milhões de famílias cadastradas no Brasil. Concluindo que 810 mil famílias podem passar a depender do benefício, se o crescimento econômico do Brasil for de 0,5%, e passar para 1,16 milhão ficando em 1%.  Para o Banco Mundial o Brasil deve aumentar o orçamento do Bolsa Família acima da inflação para ampliar a cobertura e atender o crescimento no número de pobres que virá. São consideradas abaixo da linha de pobreza pessoas que vivem com menos de R$ 140 por mês, e o Banco prevê que a maior parte dos novos pobres do Brasil virá das áreas urbanas e não da rural, onde os índices já estão bem altos.

8 comentários:

Justiniano disse...


Mais uma conquista do populismo do PT, tudo graças ao Lula e Dilma, e o azar

deles é que foram escanteados do poder, porque basta ver a situação de Cuba

e Venezuela, que fazem da pobreza o discurso de ódio ao capitalismo, para

mascarar a sua grande incompetência administrativa.



Roosevelt Atala Gomes disse...

Pobreza!! consequência do desemprego, falta de interesse dos políticos, Incentivos fiscais concedidos às empresas sem fundamentos, pouca fiscalização, sem motivação na produção, sem perspectivas de um incrimento na contratação de novos postos de trabalhos.
Então, para que tantos benefícios fiscais, deixando o governo de arrecadar e essa crise de desemprego.
Falta os governadores e governo rever essa politica de incentivos fiscais sem emprego... e sem produção... Ou interromper centenas de incentivos...

Anônimo disse...

projeta?

é so sair as ruas e ver a miseria que nunca na verdade foi extirpada...

Anônimo disse...

Todo esforodas administrações do PT para elevar o nível de vida dos mais necessitados serão perdidos em poucos anos

Anônimo disse...

Vamos todos viver de Bolsa Família então, pronto, não era o que queriam nossos incompetentes governadores e gestores?

Ninguém merece, nascer no Brasil só pode ser castigo!

Anônimo disse...

Quem confiou nos milagres fantásticos espalhados aos quatro ventos por um psicopata e seus asseclas não tem do que reclamar!

Anônimo disse...

Até as pedras sabiam que no governo Temerário do Traíra, os pobres iam ficar mais pobres e os ricos mais ricos.

Anônimo disse...



Pois é meus caros, bateu o merdão. E não precisa de organismos internacionais para fazerem pesquisas, isto é vivenciado no dia-a-dia dos trabalhadores.

O valor de R$ 140,00 é estipulado por quem?

Tem muito miserável que tira muito mais que isto, por dia, nas sinaleiras.