terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Terminam ocupações e greve na Ufrgs

Depois de 45 dias de ocupações e greves, os professores e alunos da Universidade Federal do RS retomaram as aulas nesta segunda-feira.

Foram ações políticas dirigidas por líderes da vanguarda do atraso de Porto Alegre, todas com o objetivo de emparedar o governo Michel Temer e obliquamente defender Dilma, Lula e o PT.

As ocupações e greves apenas desmoralizaram ainda mais a Ufrgs.

12 comentários:

Anônimo disse...

O calor está danado então vamos a praia
Baderneiro merece cadeia,quer dizer férias

Unknown disse...

Mais uma consequência do programa "Pátria Educadora"... o populismo dos educadores que se transformaram em militontos abilolados!!!

Anônimo disse...

Privatizacao ja na universidades federais. Ninguem aguenta mais tamanha desfacatez.

Anônimo disse...

As ocupações deram em nada. A greve oportunista de alguns professores deu com os burros n'água. Só conseguiram atrapalhar a vida dos outros que trabalham e estudam. De novo a esquerda tomou de 7 a 1. O governo aprovou quase todos os projetos de lavada. Nem se fala mais nisso. Oposição de esquerda não faz mais nem cócegas. E agora é janeirão a dentro, quiçá fevereiro, né?

Anônimo disse...

As áreas de "ciências dos manos" das universidades federais se tornaram um
verdadeiro antro patológico incurável.

Anônimo disse...

E os desdentados pagam a conta desse bando de vagabundos.

Anônimo disse...

Já disse N Vezes os Governos, Federal e Estadual tem que separar os Cusos, numa Universidade fica os curso de humanas e em outro local exclusivo as cursos de Exatas, Medicas e Biomédicas, normalmente é o pessoal de humanas que tem prejudicado os demais cursos.Essa paralisação só prejudicou quem queria Estudar, a maioria dos alunos.

Anônimo disse...

MUITO IMPORTANTE ! Pensem: quantos professores e alunos tem a UFRGS ?
Quantos deles estavam presentes nas Assembleias que decidiram pela greve e/ou invasões da Universidade ? Dos presentes nas Assembleias quantos os que votaram a favor ? A resposta será que uma absoluta minoria decidiu paralisar a Universidade. Isto não é a democracia na Universidade, muito pelo contrário.

Anônimo disse...

Está cada dia mais difícil de manter essa vanguarda esquerdista do atraso de nossas Universidades públicas e gratuitas. Para quem paga seus impostos em dia, cumpre com as suas obrigações de cidadão e não tem a contrapartida do Estado , em segurança e saúde , é REVOLTANTE ter que manter essas Universidades públicas gratuitas, próprias de países ricos. Os estacionamentos dessas Universidades gratuitas estão repletas de CARROS DE LUXO, dos estudantes privilegiados, que nada pagam e não dão o menor retorno à sociedade , que os mantém. Não vejo razão nenhuma razão em manter esses privilégios no ensino superior gratuito. Manter esses privilegiados é
manter as desigualdades no País .!!!



Anônimo disse...

Se você quer ver carrões novos e em quantidade basta ir nos estacionamentos do campus do Vale, casualmente onde mais proliferam as "ciências dusmanos". Bando de parasitas hipócritas travestidos de estudantes !

Anônimo disse...

ERAM APENAS MEIA DUZIA TRANCANDO A FACULDADE, NAO SEI PORQUE A POLICIA NAO CORREU COM ELES,90% DOS ALUNOS FOI PREJUDICADO POR CAUSA DESTES BADERNEIROS E MACONHEIROS INFILTRADOS

Anônimo disse...

Estudantes privilegiados têm seu ensino superior completamente GRATUITO. QUAL RETORNO ESSES ESTUDANTES PRIVILEGIADOS DÃO À SOCIEDADE, QUE PAGA POR SEUS ESTUDOS GRATUITOS : GRADUACAO, PÓS, MESTRADOS E DOUTORADOS ??? QUEM RECEBE EDUCACAO SUPERIOR GRÁTIS TERIA QUE PRESTAR SERVICOS À SOCIEDADE DURANTE O CURSO, DIARIAMENTE , PARA RETRIBUIR O SEU ENSINO GRATUITO. QUANTO CUSTA UM ESTUDANTE DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS PARA OS COFRES PÚBLICOS ? É UMA VERDADEIRA FARRA COM O DINHEIRO PÚBLICO . NÃO HÁ COBRANCAS DE DESEMPENHO ESCOLAR E NÃO HÁ RETORNO PARA A SOCIEDADE . É UMA VERGONHA.! SERÁ QUE UM DIA ISTO IRÁ MUDAR ???