Surtos de febre amarela já começam a preocupar na região Sudeste

É preocupante a morte de 80 macacos em decorrência de febre amarela no Espírito Santo, onde também são investigadas duas mortes de pessoas com suspeita de terem sido provocadas pela doença, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

Em Minas Gerais, 47 pessoas já morreram e há 152 casos notificados, que estão sob observação. O governo mineiro decretou estado de emergência.

A Secretaria da Saúde do RS informou ao editor que a vacina contra a febre amarela está disponível em todos os postos de saúde e é recomendada principalmente a quem vai viajar para o centro do país.

Um comentário:

Anônimo disse...

Nesses últimos 14 anos algum recurso foi investido na saúde? Nada. Agora além do povo morrer na miséria, morrerá de febre amarela. Na próxima eleição temos que votar melhor, porque eleger corrupto e incompetente, dá no que estamos presenciando. Miséria geral