Startup nascida na Ufrgs cria ferramenta que pode salvar vidas

De acordo com o Ministério da Saúde, atualmente o Brasil conta com 494.496 leitos hospitalares disponíveis, sendo 337.011 exclusivamente do SUS. Para acabar com a procura por vaga em um desses leitos nasceu ferramenta Leithos, criada pela startup beeIT, empresa incubada no Centro de Empreendimentos em Informática da Ufrgs.

Criada pelos sócios Sandro e Leonel Pinheiro, analistas de sistemas, e Giancarlo Soares, desenvolvedor, o novo aplicativo levou 16 meses para ser concluído e tem o objetivo de reduzir em até 60% a ociosidade de leitos hospitalares, promovendo uma gestão inteligente e a otimização das vagas.

Por meio de um tablet instalado em carrinhos de limpeza ou fixado em pontos estratégicos nas alas dos hospitais, o aplicativo permitirá a verificação dos leitos que estão aptos a receber pacientes, quais ainda devem ser higienizados, o monitoramento do período para limpeza e a liberação final. Quando o paciente recebe alta, o sistema de gestão do hospital avisa a ferramenta que aquele leito está desocupado e apto a ser preparado para um novo paciente.