Socorro ao Rio, RS e MG dependem do STF e de nova lei do Congresso

O socorro ao Rio, RS e Minas não será tão simples quanto o noticiário otimista dos governos estaduais e federal deixam entrever, por que precisam ser cumpridas, antes, pelo menos dois procedimentos, sem o qual nada feito:

STF - O STF terá que assinar embaixo, concedendo liminar capaz de antecipar os efeitos de nova lei que Temer enviará ao Congresso a qualquer momento.
Congresso - O governo vai enviar um projeto de lei complementar ao Congresso, instituindo o regime de recuperação fiscal dos Estados.

O governo federal, talvez nesta semana ainda, assinará com o Rio apenas um termo de compromisso.