Quadro clínico da mulher de Lula continua inalterado

Não houve mudança significativa no quadro de saúde da ex-primeira dama do Brasil, Marisa Letícia Lula da Silva, desde a última terça-feira, quando ela sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC ) na sua casa, em São Bernardo do Campo.

Conforme boletim médico, que foi divulgado na tarde deste sábado pelo Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo,  ela "encontra-se internada na Unidade de Tratamento Intensivo em condição clínica estável e permanece sedada com monitorização neurológica”. Os médicos não têm nenhuma previsão de quando ela sairá do coma e quais as sequelas e danos causados pelo AVC na paciente.


8 comentários:

Anônimo disse...

Lula fez, há muitos anos, um pacto com um amigo: se algum dia ficasse vegetativo, que fosse morto, segundo eutanásia, e vice versa. Deve ser lenda, mas AVC apavora a todos nós.

Anônimo disse...

mas o lula viveu a vida inteira com morte cerbral senhror polibio, porfavor me corrija se eu estiver equivocada

Gustavo disse...

manda a galega p/ cuba..
lá tem os melhores médicos do mundo, segundo o falecido fidel..
ps: bem como as melhores putas, também segundo o falecido fidel.

Anônimo disse...

O pacto feito por Lula deve ter sido , pela sua trajetória, com o DIABO, internauta das 17: 44. O que corrói o homem é a maldade. Separar as pessoas , o eles e o nós, os preconceitos. Os Cristãos têm uma visão mais humanista. Por esta razão, todos devem perdoar D.Marisa, apesar de sabermos que ela odiava os que não pensavam da mesma forma , os não-petistas, que os chamava de coxinhas e fazia comentários bem rudes, como o das panelas. A vida é breve e o ódio é que provoca os AVCs .!!!

samuel disse...

Vamos rezar pela D Letícia. ELA VAI FAZER DELAÇÃO PREMIADA, se sobreviver.... Dormindo com o inimigo...

samuel disse...

Vamos rezar pela D Letícia. ELA VAI FAZER DELAÇÃO PREMIADA, se sobreviver.... Dormindo com o inimigo....

visionst3 disse...

e a namorada rose sorvetao? esta fez felação premiada tambem?

Anônimo disse...

Por que não dão aquele remédio extraído do veneno do escorpião azul, que a petralhada testava, aí no RS, no tempo do tarso genro.
Diziam maravilhas daquela "substância".
Também diziam maravilhas da "medicina" e dos "médicos" cubanos.