segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Presidente nacional da OAB cobra definição da Operação Lava Jato

O Presidente Nacional da OAB, Claudio Lamachia reclamou, no domingo, sobre a situação atual da Lava Jato. Ele cobra ações imediatas e urgentes. Em nota distribuída à imprensa ele fala:

 ”Não é cabível que, em situações excepcionais como esta, se aguarde o fim do recesso para que tal providência seja tomada”.

Nesses termos, é fundamental para o país que a ministra Carmem Lúcia, desde já, decida sobre a homologação ou não das delações. Não há tempo a perder. É o que a sociedade brasileira espera.

O país não pode caminhar em meio a dúvidas e suspeições suscitadas pela indefinição decorrente do trágico falecimento do ministro Teori Zavaski. Ele próprio estava ciente dessa urgência, que o levou a organizar uma força tarefa para dar continuidade aos trabalhos no recesso.

A interrupção dos trabalhos, além de grave desserviço público, desmerece sua memória. É necessário ainda que se aproveitem o conhecimento e a memória histórica dos juízes federais que o auxiliaram durante o já longo trâmite desse processo. São magistrados qualificados, com profundo domínio do caso. “Esse conhecimento não pode de modo algum ser desperdiçado, não apenas em nome da lógica e do bom senso, mas, sobretudo em nome dos mais elementares fundamentos éticos da Justiça.”

CLAUDIO LAMACHIA, presidente nacional da OAB

5 comentários:

Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=uSHMW5z4yQ8

Anônimo disse...

A OAB perdeu o respeito da população, no impedimento de Dilma foi lenta e incompetente. Agora quer atropelar os fotos, qual é o interesse? Não há crime organizado sem a participação de advogados, o sujeitinho poderia aproveitar seu tempo e fazer primeiro o dever de casa. A OAB no passado já prestou bons serviços ao pais.

Anônimo disse...

Espero sim que se dê toda urgência possível. É preciso criar mutirão para a Lava Jato, afinal com este números de componentes da ORCRIM soltos o Brasil é as instituições estão em perigo. Urgência já!

Anônimo disse...

COXINHAS QUE SE FANTASIARAM DE VERDE E AMARELO, AOS POUCO VÃO PERCEBENDO QUE FORAM OS INOCENTES ÚTEIS DE TODA A HISTÓRIA!

Dá para ver que muita gente ainda acredita nessa Lava Jato...

Enquanto estava na fase de prender os empresários (os corruptores), a Operação avançava como um leão, rugindo de vento em popa...
Serviu ainda para mobilizar milhares de inocentes úteis para tirar o PT do poder.

Passada essa etapa, começou a ir na direção da classe política (os corruptos). A partir daí a Operação começou a emperrar. O leão virou um gatinho. Restaram os "Patinhos" fantasiados de verde e amarelo e batuqueiros de caçarola...

Anônimo disse...

Sempre que leio qualquer manifestação da OAB penso: qual o interesse corporativo que tem por trás. Sempre tem. E pensar que em nome da liberdade de defesa de presos, o grande canal de comunicação das ORCRIM são os advogados destes bandidos. Justamente para zelar pela imagem deles é que a OAB deveria solicitar controle, revistas etc. Nunca ouvi nada a respeito.