sábado, 21 de janeiro de 2017

PP pensa em alternativa a Ana Amélia para disputar o Piratini em 2018

A Juventude do PP está reunida neste final de semana em Tramandaí para discutir os rumos do partido e, particularmente, tirar posição sobre uma eventual candidatura própria à sucessão do governador José Ivo Sartori (PMDB).

O editor conversou no início da tarde com o deputado federal Jerônimo Goergen, que acompanha o evento, e ficou sabendo que, de certo, até o momento, é que a candidata natural do partido ao Piratini, a senadora Ana Amélia Lemos, assegurou que está decidida a concorrer à reeleição.

Na quinta-feira, confidenciou Goergen, lideranças progressistas decidiram lançar o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin (foto), à presidência da Famurs. O deputado não disse, mas o editor acredita que a intenção seja dar visibilidade ao nome dele, com vistas à eleição de 2018.

9 comentários:

Anônimo disse...

GERONIMO GOERGEN - Mais um nome do PP que estava envolvido nas falcatruas da petrobras e nem tá ligando pra nada

Anônimo disse...

O choraozinho cagaozinho da Lava Jato??????? kkkkk

Anônimo disse...

A VÉIA DA ODEBRECHT ???? Eehehehe...fala véia kkkkk

Anônimo disse...

O CHORÃO, botou grana do bolso e pego com a mão na botija chorou.....kkkkk, o editor já esqueçeu....bom não é do PT, ai pode.kkkkk #hipocrisiapura

Anônimo disse...

Esse aí da foto não será, quiçá, portador de acromegalia? Esse prognatismo acentuado (fascies acromegálica) faz pensar nesse diagnóstico! Adenoma de hipófise???

Anônimo disse...

Nariz alongado, também faz pensar em acromegalia!

Anônimo disse...

uai mas o nome dela ta na lista da odebrecht.... me ajuda aí, na planilha dos pagamentos de campanha, sao varios nomes q estao na tal lista , a ana amelia deveria ter saido do pp afinal pp do maluf ta no petrolao com pt e pmdb os 3 partidos agiram anos e anos juntos no petrolao como mostram as investigaçoes foram aliados de anos nos desgovernos dilmetralha e 9 dedos

Anônimo disse...

Hoje, o melhor candidato e futuro governador seria indiscutível Marchesan, acreditando que a Senadora Ana Amélia não concorra. O grande obstáculo é próprio PP que faz parte do governo Marchesan que já vai aplicar de novo no PMDB. A experiência de como mudar de lado já faz parte de seu curriculum de coligado que não tem problemas em abandonar o barco perto das eleições, como ocorreu com o Sebastião Mello. Se aplicarem a mesma técnica no governo municipal dará chance ao Deputado Jerônimo Goergen a disputa ao cargo de governador.
Goergen não terá o desgaste na popularidade que Marchesan sofre com as irregularidades já cometidas pelo PTB e PP no governo Fortunati. Lembrando: Operação CUB, Operação Concutare, Operação Sete Chaves, Operação Casa Branca, CPI da Procempa,superfaturamento nas obras do Arroio Dilúvio, Desvio do ProJovem, Caso do sistema SIAT, Caso do Lixo DMLU, Conduto Alvaro Chaves,...
A lista de embrolios é grande onde os CC's dos coligados do Fortunati estavam no comando das secretaria. Seria saudável, atender o pedido de muitos eleitores, exonerar este pessoal antes que o arrependimento venha.

Anônimo disse...


Falando em campanha a governo do estado, acho que já começou mais cedo por ser uma unanimidade que Sartoi não ganha nem para sindico com a pessima administração que faz.
Marchesan é novo no pedaço. Não conheçe as manhas dos politicos que parecem dar grandes ideias mas no fundo são bombas de tempo para quem governa.
Olhem esta reestruturação na arancada de governo, sem estudo do que funcionava ou não, foi na conversa de quem não entende nada e já estavam por ai há muito tempo. Vai ficar o resto do governo consertando as consequencias de uma mudança administrativa tão brusca. Marchesan não conhecia a estrutura administrativa então quem foi o gênio idealizador desta reforma, os mesmos da fracassada gestão anterior.
De certo modo a campanha para o próximo governo do estado já começou eliminando ou desgastando fortes candidatos com boa antecedência.