quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Portal Transparência de Porto Alegre retira de cena todas as informações sobre o secretário Luciano Alabarse

Alabarse recebia dos cofres das prefeituras de Porto Alegre (PDT) e de Canoas (PT). Agora é da adminsitração do PSDB.

O editor tentou navegar, novamente, no Portal Transparência da prefeitura de Porto Alegre na manhã desta quarta-feira, tudo para buscar mais informações a respeito das atividades anteriores e atuais do secretário municipal de Cultura, Luciano Alabarse.

A nomeação de Alabarse para o secretariado foi uma tremenda surpresa para quem votou em Marchezan Júnior, que era tido como inimigo jurado do PT e da escumalha de esquerda de Porto Alegre, do RS e do Brasil.

Sumiu tudo do Portal.

O editor possui prints das páginas que sumiram, inclusive cargos, encargos e valores.

Desde o final do ano passado, o editor recebeu denúncias de que Alabarse cumpria dupla jornada no serviço público, no caso como secretário da Cultura do governo do PT de Canoas e de coordenador do Porto Alegre em Cena, Porto Alegre, recebendo valores das duas prefeituras e evidenciando claro conflito de interesses.

A prefeitura de Porto Alegre deve valores que não pagou para Luciano Alabarse, que terão que ser pagos, agora, pelo próprio Alabarse.

Há mais.

16 comentários:

Anônimo disse...

Ele que deixe o carnaval lá no Porto Seco, que está muito bom por lá.
Não queremos esse tipo de mudança na Administração de Porto Alegre.

Anônimo disse...

Se houve problema foi na incompatibilidade dos cargos nas Gestões Fortunati e Jairo Jorge...

Anônimo disse...

MODELO A TODA A TERRA!!!!

O CARA ENTÃO TRABALHAVA DOBRADO?

RARIDADE!!!!! BARBARIDAAAAADE!

EIS NOSSO ÍDOLO,UMA ESTATUA PARA ELE,MODELO A TODA A TERRA!

TEM CERTEZA PÓLIBIO,TRAABALHAR JÁ É COISA RARA, DOBRADO ENTÃO NEM SE FALA.SE FOR VERDADE MARQUEZAN ESCOLHEU UM CARA QUE TRABALHA DOBRADO.

HONRA AO MÉRITO, SE FOR VERDADE.

Lima disse...

Isso é o povo do carnaval que quer colocar ele na história para poder ter a grana para "se divertirem" às custas de toda população pagadora de impostos.
Estão armando para roubarem a grana para o carnaval.
O Editor bem que poderia bater mais contra esse aspecto de tentar o carnaval em POA às custas dos contribuintes que padecem na trincheira da Ceará e não tem a travessia da Perimetral com Cristóvão.

Anônimo disse...

A pergunta que não quer calar: Porque manter a Secretaria de Cultura se não há interesse em investir em cultura?

Anônimo disse...

Em canoas só mamou. Pratica do Jairo Jorge de por um figurão so pra marketing

Anônimo disse...

Não existe esquerda e direita e sim guerra entre as quadrilhas PT PP PMDM e PSDB. Posso falar, pois voto há anos no PSDB.
A coisa começou a ficar mais clara ano passado quando FHC falou que impeachment é muito traumático.
Agora, aparece, assim como Lulla, nos laudos da Polícia Federal, como tendo recebido até 2015, pagamentos por "palestras"

Façanha, o advogado do povo disse...

Há mais o que?

Anônimo disse...

Pintou PT pintou maracujá ia, como costumavam dizer.

Anônimo disse...

Pelo jeito acabou o carnaval lá da zona norte, do porto seco, do pessoal mais pobre.E o carnaval da cidade baixa, o carnaval da urina, da sujeira nas ruas ninguem fala nada?

Anônimo disse...

Malabarista... tem um pé em cada teta....

Anônimo disse...

Se alguém duvidava que os esquerdista do PSDB são mui amigos dos pilantras esquerdistas do PT? Tá aí uma amostra do que vai ser rotina aqui no barril.

Anônimo disse...

Pois, dizem a língua do povo que ele era visto em Canoas só nos holofotes de abertura de eventos midiáticos tipo djééézzz, paradagay, feiras conferências, inaugurações. o trabalho mesmo tocava aos gestores. se bem que tinha gestores à reviria, cada gestoria uma com uma frase inteira de palavreado na denominação, como é moda entre esquerdistas.

Anônimo disse...

cozinha de merda qro tua mulher no carnaval corninho

Gustavo disse...

só troxa p/ acreditar que pt e psdb são inimigos..

Anônimo disse...



Aciona o MP e faz valer a Lei de Acesso a Informação, deve existir um servidor na prefeitura designado por decreto que é responsável pelo portal.


http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12527.htm