terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Pente-fino do INSS vai revisar mais de dois milhões de benefícios

Com a retomada do pente-fino dos benefícios do INSS, serão convocados 840.220 beneficiários de auxílio-doença e 1.178.367 aposentados por invalidez. Ao todo, 2.018.587 pessoas passarão pelo programa de revisão no Brasil.

O número de beneficiários que recebe o auxílio-doença teve um aumento de 58,5% no balanço feito até 31 de outubro, o equivalente a 310.063, em relação à extração feita em julho. Já os aposentados por invalidez tiveram uma diminuição de 3.075 segurados.

O levantamento também mostrou que, das 20.964 perícias realizadas, 16.782 (80,05%) benefícios foram cessados na data de realização do exame, gerando uma economia de R$ 220 milhões para o Fundo da Previdência.

6 comentários:

Anônimo disse...

Polibio:
Que tal o aumento salarial que o teu Sartori deu para sí e para seus secretários?
Será que os professores e policiais receberão o mesmo percentual

sempre mais disse...

O bandido Boulos foi solto. É rico, não fica em cana. Capaz de prenderem o policial que se feriu com o rojão que o criminoso jogou.

Anônimo disse...

Já foi feita, por curiosidade, um levantamento da frequência destas licenças ano a ano pegando o período de 1990 até hoje? É uma estatística muito interessante de saber os reais resultados.

Anônimo disse...

e a di uma passoa na frente de quantas velhinhas e vovozinhos? e o tal do broilos , sera que ele trabalha pra alguma grande imobiliaira?

Anônimo disse...

O INSS só pega os POBRE DIABOS! De grão em grão a galinha enche o papo!
É dinheiro direto dos miseráveis para os LADRÕES.
Cobrar os magnatas devedores aquadrilhados, NEM PENSAR!!!!!!

Luiz Inácio disse...

Falcatrua de pensões e aposentadorias por invalidez, loucura e trabalhador rural é o que mais tem no INSS.
Os safados precisam ser identificados presos.