domingo, 1 de janeiro de 2017

Os julgamentos mais esperados de 2017 na Lava Jato. Lula é o primeiro da lista.

A revista Veja deste final de semana conta que em 2016, viraram réus o ex-presidente Lula, o ex-deputado Eduardo Cunha e o ex-governador Sérgio Cabral, entre outros. Em 2017, as sentenças devem chegar para todos eles. Dilma também vai para a lista de réus.

Leia toda a reportagem:

A Operação Lava Jato mirou – e acertou – nomes importantes da política nacional em 2016. Em Curitiba, Rio de Janeiro ou Distrito Federal, seja pelo escândalo de corrupção na Petrobras ou investigações derivadas dele, foram parar no banco dos réus pesos-pesados como o ex-presidente Lula, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci e o marqueteiro João Santana.

O juiz federal Sergio Moro e os demais magistrados de primeira instância à frente destas ações penais, a exemplo de Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, levam uma média de seis a nove meses entre o recebimento de denúncias do Ministério Público Federal e os julgamentos.

Considerando a velocidade das canetas de quem vai julgá-los, estes nomes outrora poderosos devem figurar em sentenças judiciais em 2017. Relembre na lista abaixo as acusações contra eles.

CLIQUE AQUI para ler mais.

3 comentários:

Mordaz disse...

Isto é perseguição. Depois de tudo que Lula fez pela Odebrecht não merecia isto.

Anônimo disse...



Falta um nome entre os listados pela VEJA: o do, ainda, presidente do congresso nacional!! (em minúsculo mesmo!!)

sempre mais disse...

Quero ver quem será o corajoso que delatar a turminnha do STF.