Lava-Jato faz acordos de colaboração com 37 países

Em quase três anos de investigações, o Ministério Público Federal já acumula 159 pedidos de cooperação com autoridades estrangeiras para instruir ações penais relacionadas à Operação Lava-Jato. 

A lista, de 37 países, inclui desde Estados Unidos e Suíça, que no mês passado divulgaram publicamente suas investigações, como Itália, Dinamarca, Suécia e Noruega, que têm obras e negócios sob suspeita e já solicitaram provas ao Brasil.

Até novembro, 17 países haviam pedido documentos para órgãos de investigação brasileiros, em 26 acordos de colaboração. Por outro lado, foram 32 países que receberam pedidos dos procuradores brasileiros - alguns deles estão nas duas listas. A maior parte das solicitações tem como objetivo a obtenção de documentos.

7 comentários:

Anônimo disse...

Engraçado a LavaJato com toda a sua força levou quase 2 anos para conseguir os dados dos bancos da Suíça sobre a movimentação da Odebrechet. Veja que o Janot conseguiu em uma semana os dados das conta do Cunha e da mulher dele. A PGR disse que os procuradores da Suíça estavam pesquisando a corrupção no Brasil e resolveram mandar os dados do Cunha. A pergunta é se estavam pesquisando porque não acharam dos demais políticos????????????

Anônimo disse...

O Lula,sua famiglia e a Dilma e SIMPATIZANTES-CÚMPLICES do PT-Partido-quadrilha levaram suas obras de arte ao mundo todo.

Gustavo disse...

adeus caças suecos..

Anônimo disse...



O negócio é Universal.

Unknown disse...

O Reino de Lulla!!!

Anônimo disse...

Cunha não tinha as costas quentes, era apenas um corrupto independente sem um grande partido a protegê-lo, tipo aquele que protege Lula.

Anônimo disse...

PT A NIVEL MUNDIAL, QUE BANDALHERIA DA ORCRIM- ORGANIZAÇAO CRIMINOSA